Trending

 


AMM se posiciona contra remanejo de recursos do Estado em obras de rodovias federais

 Projeto do Governo do Estado prevê remanejo orçamentário de R$ 490,2 milhões.

Foto: AMM
O Presidente da AMM - Associação dos Municípios das Missões e Prefeito de Santo Ângelo Jacques Gonçalves Barbosa, enviou ofício ao presidente da Assembleia Legislativa, Deputado Valdeci Oliveira, bem como a todos os deputados estaduais, mostrando contrariedade ao projeto do governo do Estado, que remaneja recursos orçamentários na ordem de R$ 490,2 milhões para investimentos em obras federais.

No ofício, Jacques afirma que no referido Projeto de Lei constam diversas obras em rodovias federais do território estadual para as quais seriam destinados os recursos de quase R$ 500.000.000,00, porém, nenhuma obra presente aqui na região das Missões, além de outras cidades em regiões do Rio Grande do Sul, ainda não possuem sequer um acesso asfáltico. “Melhorando a malha rodoviária do Estado promoveremos o desenvolvimento econômico e social dos municípios e respectivas regiões”.

Um dos trechos do ofício cita que “em nome dos 26 Municípios que formam a AMM, solicitamos que o PL nº 51/2022 não seja aprovado na forma como está apresentado, devendo se incluir a região das Missões dentre os contemplados com os recursos provenientes desde Projeto.
Municípios que integram a Associação reivindicam obras de asfaltamento há muitos anos. “Destacamos que não temos nada contra essas obras de duplicação, viadutos, passarelas, que estão projetadas, muito menos, com a população beneficiada, mas como representantes, procuradores dos nossos municípios, temos o dever de lembrar, que nossa região clama por asfaltamento, em alguns municípios, que não possuem sequer, um acesso asfaltado”, reiterou o Presidente durante a última Assembleia da AMM.

Fonte: Assessoria de Comunicação da AMM

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem