Notícia

Brasil inaugura temporada de cruzeiros seguindo protocolos

Cruzeiros têm funcionamento retomado no Brasil 
O primeiro navio de cruzeiro a receber viajantes - depois de 20 meses sem atividades no Brasil em razão da pandemia - retorna de viagem e atraca no porto de Santos, no litoral de São Paulo, na manhã desta segunda-feira. As operações tiveram o retorno autorizado em novembro, desde que com o cumprimento de uma série de exigências que passam pelo aval do Ministério da Saúde, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e das autoridades locais por onde as embarcações navegam. 

O MSC Preziosa partiu na sexta-feira de Santos, com roteiro de três noites, passando por Búzios, no Rio de Janeiro. No navio embarcaram as 27 candidatas ao título de Miss Brasil. O concurso ocorre em alto-mar, pela primeira vez, e sem transmissão ao vivo. A vencedora, no entanto, será anunciada na terça-feira, após a viagem. 

A partida do transatlântico foi acompanhada por uma multidão, e todos os passageiros precisaram ser submetidos a uma checagem documental diferenciada, com a cobrança do comprovante de vacinação e teste RT-PCR negativo para a Covid.

Isso porque, para embarcar, todos os passageiros e a tripulação precisam estar com os esquemas vacinais completos, uma das exigências estabelecidas pela Anvisa, que também controla o cumprimento dos protocolos nos terminais. Além de estarem com resultados negativos para a doença, as empresas são obrigadas a realizar testagens em pelo menos 10% dos ocupantes, por dia, durante a estada na embarcação.

"Nós temos os protocolos mais robustos do mundo. Estamos muito confiantes que será uma temporada de retomada segura, tranquila, com responsabilidade, mas, ao mesmo tempo, preservando a experiência do turista, oferecendo diversão, lazer, momentos de descanso e descobertas turísticas", declarou o presidente da MSC, Adrian Ursilli, durante o 6º Congresso Internacional Náutica. 

A Anvisa também determina que a ocupação máxima seja de 75% da embarcação, obedecendo ao distanciamento mínimo de 1,5 metro entre as pessoas nos grupos de viagem e o uso de máscara a bordo e em terminais de passageiros. O desembarque de passageiros para fazer turismo em cidades aeroportuárias está permitido, desde que com supervisão e o devido monitoramento pelas autoridades locais competentes. 

A continuidade das atividades está vinculada a um cenário pandêmico favorável, cabendo ao Ministério da Saúde decidir interromper ou limitar a temporada, em caso de descontrole da disseminação do vírus. 

O Ministério do Turismo prevê que esta temporada de 2021/2022 vai gerar 24 mil novos empregos no país e movimentar R$ 1,7 bilhão. Os navios passarão por sete estados e 14 cidades, cabendo aos municípios impactados pelas operações de cruzeiros elaborar e apresentar planos locais de operacionalização.

"Esta temporada será um sucesso devido à demanda reprimida. O setor de navios de cruzeiros é uma realidade que não tem volta", comemorou o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, em coletiva de imprensa, na última quinta.

Fonte: Correio do Povo 

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.