Rural

Trigo já tem 3% da área cultivada colhida no Estado

Foto: Emater 
O período se caracterizou pela manutenção da instabilidade do tempo, com chuvas em pelo menos dois dias (28/09 e 03/10) na maior parte das regiões do Estado. Em determinadas localidades, houve ventos e queda de granizo, causando danos pontuais nas lavouras de trigo. A umidade impediu a colheita nas áreas já maduras. De acordo com o Informativo Conjuntural, divulgado e publicado nesta quinta-feira (07/10) pela Gerência de Planejamento (GPL) da Emater/RS-Ascar, vinculada à Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seadpr), 3% da área total cultivada com o grão já está colhida, 23% está em fase de maturação, 45% em enchimento de grãos, 27% em floração e apenas 2% recém estão em germinação e desenvolvimento vegetativo.

Na região administrativa da Emater/RS-Ascar de Santa Rosa, 53% dos cultivos de canola encontram-se em maturação. Produtores dessecaram a cultura a fim de garantir uniformidade na colheita. Nas áreas colhidas, a produtividade foi de 1.312 quilos por hectare. Em Dia de Campo, foram apresentados novos produtos fitossanitários para a cultura e também selante para as síliquas, a fim de impedir a deiscência. Em áreas de canola com variedades tardias, observam-se plantas com renovação da florada para completar o ciclo de desenvolvimento. As síliquas formadas sob tal condição não serão mais viáveis em função da dessecação. Alguns produtores acionaram o seguro agrícola Proagro.

Nas regiões administrativas da Emater/RS-Ascar de Erechim, Frederico Westphalen e Soledade, os cultivos de cevada apresentam estande adequado, bom desenvolvimento e não há registro de pragas e de doenças. Produtores monitoram e controlam eventuais problemas com tratamentos fúngicos preventivos/curativos. Na de Ijuí, a cultura está em fase de enchimento de grãos e maturação, com bom potencial produtivo. As fortes chuvas acompanhadas de ventos provocaram acamamento de plantas em pontos isolados, sem comprometer a produtividade final. A baixa incidência de doenças nas espigas contribui para a boa qualidade de grãos.

Na regional da Emater/RS-Ascar de Ijuí, os cultivos da aveia branca grão encontram-se em fase final de desenvolvimento, com predomínio das lavouras em estádio reprodutivo evoluindo para a maturação. A alta umidade tem impedido a colheita das áreas maduras, principalmente naquelas manejadas com dessecação pré-colheita. O atraso na atividade não compromete a qualidade dos grãos. Na de Frederico Westphalen, 50% das áreas já foram colhidas. A produtividade obtida equivale à expectativa atual de 2.179 quilos por hectare, apesar de em algumas localidades terem ocorrido geadas na floração e no enchimento de grão e de as lavouras terem se ressentido com a restrição de umidade em agosto.

Nas regionais administrativas da Emater/RS-Ascar de Bagé, Ijuí, Santa Rosa e Pelotas, agricultores intensificam as etapas pré-semeadura da soja: retirada de animais de pastagens, dessecação da vegetação, serviços de tratamento de sementes e regulagem de semeadoras. Em geral, a umidade dos solos está acima do ideal, implicando em aguardar o melhor momento para iniciar e/ou dar continuidade aos plantios. Nos locais em que a umidade é favorável, são realizadas as semeaduras.

 

OLERÍCOLAS

Na regional da Emater/RS-Ascar de Bagé, as precipitações de 28/09 a 03/10 interferiram nos cultivos. Por um lado, a umidade foi mantida, dispensando o uso de irrigação, por outro, a queda de granizo e os ventos ocorridos na Fronteira Oeste em 28/09 causaram danos à produção.

Em Itaqui, os danos à olericultura foram acentuados, com perda total em parte dos cultivos; nos menos afetados, o valor comercial reduziu em função da qualidade. Em Manuel Viana, associados ao granizo, os ventos danificaram estufas de produção e causaram danos em folhosas.

Em Uruguaiana, a elevação das temperaturas médias tem contribuído para a redução de ciclo das culturas em ambiente protegido, favorecendo os produtores que antecipam a comercialização. Entretanto, a mandioca cultivada a campo preocupa os produtores, pois o excesso de umidade pode danificar ou mesmo apodrecer as manivas, prejudicando o estande de lavouras.

FRUTÍCOLAS

Na regional da Emater/RS-Ascar de Ijuí, as videiras estão em estádio de floração. Produtores realizam o controle de doenças. Citros apresentam boa florada e excelente brotação. A colheita da bergamota Montenegrina se aproxima do final e inicia a da laranja Valência. No município de Ijuí, os viveiristas finalizam os trabalhos de enxertias das frutíferas.

Na de Erechim, iniciou o plantio de melancia e melão. Na cultura do morango, há baixa incidência de oídio e ácaros. O preço continua em R$ 15,00/kg. Produtores fazem a retirada de folhas e cachos velhos e realizam tratos culturais, estes também na cultura do figo, que apresenta muito boa brotação inicial.

Fonte: Assessoria de Imprensa Emater/RS-Ascar
Jornalista Taline Schneider

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.