Artigo

Sicredi e o protagonismo no agronegócio do RS

 No Plano Safra 2020/2021, o Sicredi liberou cerca de 45% de todos os contratos de crédito rural do estado

Márcio Port / Vice-Presidente da Central Sicredi Sul/Sudeste
A origem do Sicredi guarda estreita relação com o agronegócio gaúcho. As primeiras cooperativas foram fundadas a partir de 1902 com o objetivo de financiar os imigrantes de origem europeia que haviam chegado ao Rio Grande do Sul e que precisavam comprar terras, animais, sementes e implementos. Décadas mais tarde, a partir de 1980, novas cooperativas foram fundadas no estado, com o apoio das cooperativas de produção, para financiar o agronegócio que sofria com a escassez de recursos públicos.

Tendo sua origem junto aos produtores rurais, o Sicredi fixou fortes raízes no interior do RS, estando, hoje,presente em 94% dos municípios, com mais de 600 agências e tendo em sua base, apenas no estado,mais de 2 milhões de associados. Adicionalmente, em 98 municípios, o Sicredi é a única instituição financeira presente, demonstrando o interesse genuíno de levar o desenvolvimento e a prosperidade a todos os municípios, independentemente do seu tamanho.

Em municípios gaúchos com menos de 100 mil habitantes, em média, 40% da população adulta são associados do Sicredi, comprovando sua vocação para ser uma instituição financeira da comunidade, apoiando pessoas físicas e jurídicas em suas mais variadas necessidades.O agronegócio é o motor da economia do Rio Grande do Sul. Em nível nacional, o agro representa cerca de 25% do PIB e em nosso estado este percentual chega a 40%, ilustrando a pujança do agro gaúcho e nos levando à reflexão do quanto somos todos dependentes do sucesso do agronegócio.

O estado é formado por 497 municípios, com 2/3 deles tendo menos de 10 mil habitantes, onde a relevância do agro ultrapassa facilmente os 50% ou 60% do PIB. O agronegócio é a principal atividade econômica em 61% dos municípios e 60% das propriedades rurais do RS têm menos de 20 hectares. Temos, portanto, um cenário de pequenos municípios e pequenas propriedades, o que explica o motivo de 86% das propriedades rurais serem caracterizadas pela agricultura familiar.

Em total de área plantada, as maiores culturas são a soja, o arroz, o milho, o trigo e o fumo e na pecuária,encontramos a maior relevância no frango, no gado de corte e no gado leiteiro.Esta breve contextualização, demonstrando a relevância do agro no Rio Grande do Sul,serve como introdução para apresentar a importância do Sicredi no agro gaúcho. Em um estado em que 40% do PIB são oriundos do agronegócio, é natural que o agro seja relevante em uma instituição financeira que está tão enraizada com os gaúchos.

Plano Safra 2020/2021

No Plano Safra que se iniciou em 01/07/2020 e findou em 30/06/2021, portanto em pleno ambiente da pandemia, o Sicredi financiou cerca de R$ 10 bilhões para o agronegócio gaúcho. O crescimento no volume financiado foi de 26% quando comparado com o ciclo anterior. Também no volume de operações houve crescimento de8%, atingindo 127 mil contratos firmados.

No conjunto das instituições financeiras,o Sicredi financiou praticamente metade dos contratos firmados no RS. Foram 44% das operações e 29% dos valores, figurando em primeiro lugar no número de contratos e em segundo lugar em volumes contratados.A relevância do Sicredi no Plano Safra 2020/2021 se comprova nas operações de custeio, pois representaram mais de 44% no total de contratos e 34% no volume total financiado. Ainda sobre as operaçõesdestinadas a custeio,76% foram destinados para a atividade agrícola (com 52% para soja) e 24% para a pecuária (com 90% para bovinos).

Nas operações de investimento(máquinas, implementosetc.) a liderança do Sicredi ocorreu tanto no total de contratos liberados(45%),como no volume financiado (38%). Durante a pandemia,as operações de investimento cresceram 66% em volume e 24% em quantidade de contratos. As operações de investimento representaram 30% do volume total liberado, enquanto o custeio representou os outros 70%. Importante destacar que 74% das operações de crédito foram destinadas àagricultura familiar, com mais de 50 mil famílias beneficiadas.

Nototal da carteira de crédito do Sicredi,no RS, as operações de crédito rural representam 25% do volume total, demonstrando que mesmo com sua grande relevância no agro, ainda existem outros 75% da carteira de crédito destinadosao público urbano, atestando a sua relevância tanto no campo como na cidade.

Protagonismo em nível nacional

Também em nível nacional, com atuação em 25 estados e também no Distrito Federal,o Sicredi exerce grande protagonismo no agronegócio, sendo a segunda instituição financeira que mais concede crédito no paíse a terceira em quantidade. No Plano Safra 2020/2021 foram R$ 29 bilhões liberados, em 220 mil operações, com aproximadamente 80% destinados para agricultura familiar.Importante crescimento foi verificado no novo Plano Safra 2021/2022. O primeiro mês de contratações, em julho/21 apresentou crescimento de 51% quando comparado com julho/2020, o que representou praticamente 1/5 de todas as contratações realizadas no país.

Construir juntos uma sociedade mais próspera

Como uma instituição financeira comprometida com o desenvolvimento das comunidades, o Sicredi possui como propósito levar a prosperidade para as pessoas e as comunidades em que atua. São vários os benefícios e os impactos positivos que o cooperativismo gera onde está presente. Além da oferta de produtos e de serviços,adequada à realidade local e regional, as cooperativas promovem o desenvolvimento social por meio de sua atuação em vários programas relacionados à educação, ao empreendedorismo, à liderança, à cultura, entre outros.

Por fim, um dos grandes diferenciais das cooperativas é o reinvestimento dos recursos nas próprias localidades em que eles são gerados. Neste aspecto, no Sicredi, 55% dos recursos destinados ao crédito rural são oriundos das captações de caderneta de poupança realizadas pelas cooperativas nos próprios municípios em que elas atuam. São os recursos e as riquezas da região fomentando o ciclo virtuoso do cooperativismo, gerando mais empregos, mais renda, novos investimentose prosperidade para os associados e a sociedade.

 Por: Márcio Port

Vice-Presidente da Central Sicredi Sul/Sudeste

 

Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos mais de 5 milhões de associados. Com presença nacional, o Sicredi está em 25 estados* e no Distrito Federal, com mais de 2.000 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros. No Rio Grande do Sul, o Sicredi reúne mais de 2 milhões de associados. A cobertura no RS alcança 94% dos municípios, totalizando mais de 600 pontos de atendimento.

 

*Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

Facebook |Twitter |LinkedIn |YouTube

 

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.