Notícia

Ministro recebe embaixador argentino para discutir turismo na região das Missões

Crédito: Roberto Castro/MTur
O Ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, se reuniu com o embaixador da Argentina no Brasil, Daniel Scioli, para tratar do fortalecimento da atividade turística no Mercosul e melhoria do fluxo turístico entre os dois países. Na pauta, a importância de o roteiro Caminho dos Jesuítas, no Rio Grande do Sul, conseguir a homologação e reconhecimento do Vaticano como roteiro religioso.

A ideia é que o roteiro ajude a impulsionar a retomada do turismo na região. Nesse sentido, ficou acertado que a Argentina solicitará, junto ao Papa, uma audiência que contará com a participação do ministro do turismo brasileiro e, também, do paraguaio. O roteiro é composto por 26 municípios do Rio Grande do Sul e engloba as ruínas de São Miguel das Missões, que foram declaradas em 1983 como sítios do Patrimônio Mundial Cultural pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e Cultura (UNESCO).

“Pedi que o embaixador solicite essa audiência porque essa ação tem como objetivo fortalecer o roteiro como produto único entre os países que fazem parte do Caminho dos Jesuítas. Acredito que o avanço da vacinação, juntamente com a adoção de um protocolo único de biossegurança, garantirá a retomada completa das atividades turísticas muito antes do previsto”, afirmou o ministro Gilson Machado.

Durante a audiência o ministro discutiu, ainda, a isenção da tributação de 30% cobrada pelo governo argentino sobre os cidadãos que desejam visitar outros países. Para o ministro, a medida é prejudicial para o turismo na região. “Junto com o ministro Paulo Guedes, temos estudado a adoção da reciprocidade caso o governo argentino insista nessa medida”, comentou.

ROTA - O Caminho das Missões é um roteiro místico-cultural-histórico de caminhadas através dos Sete Povos das Missões. São 338 km percorridos em 14 dias. Para garantir a melhor experiência ao turista, o Ministério do Turismo tem realizado uma série de investimentos, como a pavimentação do acesso a São Lourenço Mártir, São Luiz Gonzaga e São João Batista, e Entre-Ijuís, entre outros atrativos, que conta com investimentos de R$ 20 milhões da Pasta.

PROTOCOLO DE BIOSSEGURANÇA – Nesta segunda-feira (23.08), a secretária Nacional de Atração de Investimentos, Parcerias e Concessões, acompanhada de técnicos da Pasta, participou de uma reunião com representantes dos países integrantes do Mercosul para discutir a adoção de um protocolo de biossegurança único para o Bloco, dando prosseguimento as tratativas iniciadas pelo ministro.

Na ocasião, foi apresentado o Selo Turismo Responsável, Limpo e Seguro, lançado ainda em 2020 pelo Ministério do Turismo, colocando o Brasil entre os 10 primeiros países do mundo a implementar protocolos sanitários para o turismo. Trata-se de uma chancela conferida a empreendimentos turísticos e guias de turismo que se comprometem a cumprir protocolos de prevenção à Covid-19 e, desta forma, oferecem mais segurança a turistas e trabalhadores do setor. Até o momento, mais de 29 mil selos já foram emitidos em todo o país.

Por Lívia Nascimento 

Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.