Notícia

Mais de 230 morcegos hematófagos são encontrados em área rural de Itacurubi

Morcegos vampiros gostam de se abrigar em casas abandonadas - Foto: Seapdr e Rádio Missioneira 

Em entrevista ao programa Cidade Alerta na Missioneira FM 94.9 nesta quinta-feira (24) o médico veterinário e coordenador do Programa da Raiva da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Rio Grande do Sul (SEAPDR), Wilson Hoffmeister Junior, informou que mais de 230 morcegos hematófagos (morcegos-vampiros), responsáveis pela transmissão da raiva dos herbívoros, foram encontrados na propriedade rural atingida pelo surto no município de Itacurubi.

Conforme Wilson, o número de bovinos mortos pela doença no município passa de 60. A propriedade está situada às margens do Rio Icamaquã, na divisa com Santo Antônio das Missões. O morcegos-vampiros foram encontrados em duas árvores ocadas na área onde está ocorrendo a mortalidade dos bovinos.

A Secretaria Estadual da Agricultura e Pecuária emitiu ontem (23) um Alerta Sanitário para a raiva dos herbívoros. A medida ocorre após a constatação de focos da doença no município de Itacurubi e em outros cinco municípios gaúchos: Santo Cristo, Guaíba, São Francisco de Paula, Palmitinho e Lagoa Vermelha.

“O deslocamento dos morcegos ocorre geralmente nos vales dos rios e por isso o alerta foi feito aos municípios adjacentes à Itacurubi”, disse o médico veterinário.

Bossoroca, Santo Antônio das Missões, São Borja, Unistalda, Santiago e Capão do Cipó podem ter, em breve, problemas com a doença.

Segundo Wilson Hoffmeister Junior, o período de incubação da raiva dos herbívoros, desde o momento em que o bovino é mordido pelo morcego infectado até apresentar os primeiros sintomas, é de 45 a 60 dias. A letalidade da raiva é de 100% nos animais não imunizados, que acabam morrendo após cinco dias de sintomas.

FONTE: Rádio Missioneira 

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.