Notícia

AMM redefine plano e cobra celeridade do Estado em testagem e exames de COVID

A Associação dos Municípios das Missões (AMM) teve reunião virtual na tarde desta segunda-feira, 07, debatendo o plano de ação para o enfrentamento da COVID-19 em seu território e, além de definir medidas para os períodos entre 8 e 11 e 14 e 17 deste mês, solicitou mais agilidade do Governo do Estado na liberação dos exames do Laboratório Central do Estado (LACEN); um programa mais efetivo para a testagem da população e acesso a dados de cada município individualmente.  

O Presidente da AMM, Prefeito de São Nicolau Ricardo Klein salientou que as lideranças missioneiras foram unanimes na aplicação de algumas ações. Entre elas, a proibição de música ao vivo em bares e restaurantes no próximo final de semana, onde se comemora o Dia dos Namorados. Mais campanhas de conscientização impactantes deverão ser veiculadas nos meios de comunicação de todos os municípios das Missões. Klein ressaltou que cada prefeito ficará responsável por emitir decretos próprios, já que a realidade da pandemia é diferente em cada município. “O povo precisa se conscientizar e saber que a região não possui leito de UTI vago. Você se cuidando, estará cuidando do próximo”, disse o presidente da AMM. 

Ricardo salientou que, infelizmente, parece que a população não está respeitando como deveria o novo sistema de gestão da pandemia do Rio Grande do Sul, o que está provocando uma estabilização em patamar alto da doença. “Povo missioneiro, por favor, se cuide. Quem precisa trabalhar, saia de casa e tome os devidos cuidados. Quem não precisa, mantenha-se em casa”, reiterou o Prefeito Ricardo. 

Para o Prefeito de Santo Ângelo, Jacques Barbosa, que participou da reunião online, diante da agressividade da pandemia na região, é necessário que o Governo do Estado tenha uma maior atuação junto aos municípios, acelerando a liberação dos exames encaminhados ao LACEN, permitindo que as secretarias de saúde possam, com mais celeridade, isolar os diagnósticos positivos de forma mais célere e ter números reais da pandemia em suas comunidades. 

Os prefeitos também reivindicam que o Governo do Estado implante na região, um novo programa de testagem, mais ágil e preciso; e facilite o acesso aos dados de cada município, de forma individual, para uma melhor análise local no contexto da macrorregião.  

MEDIDAS DE ENFRENTAMENTO 

Na reunião, os chefes dos executivos dos municípios decidiram por manter a amplitude das restrições já adotadas nos planos de ação anteriores para o período entre os dias 8 e 11 (terça e sexta-feira) e de 14 a 17 (segunda a quarta) deste mês. Os estabelecimentos somente poderão permitir acesso de clientes até as 21 horas com tolerância máxima de permanência até as 22 horas e, após, será permitida a tele-entrega e peque e leve, com exceção de bebidas alcoólicas, que será liberada até as 21 horas. Depois desse horário, está proibida qualquer forma de comercialização de bebidas alcoólicas. Músicas ao vivo, tanto em bares e restaurantes ou em qualquer estabelecimento similar estão proibidas.  

As restrições para finais de semana e feriados ficarão sob responsabilidade de cada município, adotando as medidas de acordo com a realidade local. O decreto de Santo Ângelo deverá ser publicado entre a noite de hoje e a manhã desta quarta-feira, 09. 

As normas para funcionamento de cultos religiosos, clubes sociais, torneios esportivos, transporte coletivo urbano, das escolas públicas e privadas permanecem inalteradas.  

REVISÃO 

O Plano de Ação será revisado pelo Comitê Científico Regional e o colegiado de prefeitos em reunião agendada para o dia 17 de junho, quando será apresentado o percentual de ocupação de leitos de UTI, conforme o boletim da Secretaria de Estado da Saúde a ser divulgado no dia anterior. 

Fonte: Assessoria de Comunicação da AMM

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.