Notícia

RS produz 280 mil toneladas de erva-mate por ano

Foto: Mate In Box

O governador Eduardo Leite participou, na tarde desta segunda-feira (24/5), da primeira edição da Abertura Oficial da Colheita da Erva-Mate do Rio Grande do Sul, realizada no município de Ilópolis, no Vale do Taquari.

O evento ocorreu na propriedade rural da família Camilotti-Carlesso. Devido às restrições impostas pela pandemia de coronavírus, houve transmissão ao vivo pelas redes sociais da prefeitura do município.

abertura colheita erva mate 2
“A roda de chimarrão é a rede social preferida dos gaúchos", disse o governador - Foto: Itamar Aguiar/Palácio Piratini

“A roda de chimarrão é a rede social preferida dos gaúchos. Reúne pessoas e é sempre uma desculpa para boas conversas. Temos muito orgulho dessa cultura de compartilhamento. Celebramos, mais que o símbolo, a capacidade empreendedora e a vocação para o turismo do povo gaúcho. O Vale do Taquari tem uma vocação latente e está se transformando, por conta da articulação da comunidade local, por meio da identificação da riqueza natural e das obras que são feitas na região, em um verdadeiro polo turístico. E, por conta disso, vão receber apoio do governo do Estado no que diz respeito a obras de infraestrutura, para que a região possa estar cada vez mais no radar dos turistas”, destacou o governador.

A festa da colheita da erva-mate integra, desde 2019, o calendário oficial do Estado, a partir de lei sancionada no mesmo ano. A Lei 81/2017 é de autoria dos deputados estaduais Elton Weber e Vilmar Zanchin, do deputado federal Ronaldo Santini, atual secretário de Turismo, e dos ex-deputados Juliano Roso e Missionário Volnei.

“Meu papel como secretária da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural é ouvir e apoiar as demandas da cadeia produtiva da erva-mate, além de articular e de ter atitude dentro da secretaria. As famílias que tiram seu sustento inteiramente dessa terra e desta planta falam por mim. Tudo vale a pena quando sonhamos como os pais sonharam. O chimarrão une, abraça, dialoga”, destacou a secretária da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Silvana Covatti.

No Rio Grande do Sul, a produção de erva-mate está concentrada em cinco grandes regiões, conhecidas como polos ervateiros: Missões Celeiro, Alto Uruguai, Nordeste Gaúcho, Alto Taquari e Região dos Vales. A abrangência territorial é distribuída em 205 municípios do Estado, majoritariamente na metade norte.

abertura colheita erva mate 3
A produção de erva-mate no Estado alcança em torno de 280 mil toneladas de folha por ano - Foto: Itamar Aguiar/Palácio Piratini

A produção no Estado alcança em torno de 280 mil toneladas de folha por ano, em uma área de 31 mil hectares. De acordo com o Sindicato da Indústria do Mate (Sindimate/RS), há 250 indústrias focadas no segmento, além de cerca de 14 mil propriedades especializadas na produção da folha.

Leite também reforçou o compromisso do governo em investir em obras de infraestrutura na região. Nos próximos dias, o Estado deve anunciar a ampliação de investimentos na área. O planejamento inclui a reforma da ERS-332, rodovia que vai de Arvorezinha, no Vale do Taquari, passa por Soledade, Espumoso, Lagoa dos Três Cantos e termina em Não-Me-Toque, e a pavimentação do acesso asfáltico entre Santa Tereza e Muçum, ligando o Vale do Taquari ao Vale dos Vinhedos, na Serra.

Também participaram do evento o presidente do Instituto Brasileiro da Erva-Mate (Ibramate), Alberto Tomelero, o prefeito de Ilópolis, Edmar Pedro Rovadoschi, os secretários Ronaldo Santini (Turismo), Luiz Carlos Busato (Articulação e Apoio aos Municípios), Danrlei de Deus (Esporte e Lazer) e Juvir Costella (Logística e Transportes), o deputado federal Alceu Moreira, deputados estaduais e prefeitos.

Texto: Suzy Scarton
Edição: Vitor Necchi/Secom

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.