Notícia

Governo Federal libera quase R$ 1 bilhão para reforçar a “Atenção Primária”

Foto: Alan Santos/PR
O Governo Bolsonaro liberou, em maio deste ano, aproximadamente, R$ 909 milhões para reforçar o atendimento à “Atenção Primária”, que é a “porta de entrada” de pacientes no Sistema Único de Saúde (SUS). Os recursos também contribuirão para auxiliar no combate à pandemia da Covid-19.

Toda a verba federal será destinada a Estados e municípios para custear ações estratégicas de apoio ao cuidado de crianças menores de 7 anos de idade, gestantes do programa Bolsa Família, pessoas idosas e comunidades tradicionais.

Raphael Parente, Secretário de Atenção Primária à Saúde, lembrou que, desde o início da crise sanitária provocada pelo novo coronavírus, o Ministério da Saúde já repassou aos municípios brasileiros para a Atenção Primária quase R$ 7 bilhões em crédito extraordinário, além do Orçamento Ordinário.

Parente informa que a distribuição dos recursos federais ficou da seguinte forma:

Dos R$ 909 milhões, R$ 395 milhões serão destinados para a manutenção dos cuidados em saúde nas Unidades Básicas de Saúde;

Outros R$ 120 milhões serão destinados para ações e cuidado da saúde de pessoas idosas;

Para atenção à nutrição em crianças menores de 7 anos e gestantes do programa Bolsa Família, serão destinados R$ 345,4 milhões; e

Serão destinados R$ 48,3 milhões para o fortalecimento de equipes de assistência a povos e comunidades tradicionais para enfrentamento da Covid-19, como indígenas, quilombolas, ribeirinhos, entre outros.

Marcelo Queiroga, Ministro da Saúde, participou da cerimônia do anúncio da Portaria assinada pelo presidente Jair Bolsonaro e aproveitou o momento para dizer que estava incumbido de impulsionar a campanha de vacinação contra a Covid-19 no Brasil.

“E é isso que estamos fazendo. Nas mais de 38 mil salas de vacinação, nós temos o potencial de vacinar mais de 2 milhões e 400 mil brasileiros por dia. Esse compromisso nós pudemos assumir com a nossa população. Ontem, como prova disso, o Presidente autorizou mais uma compra de 100 milhões de unidades de vacinas de Pfizer. Essas vacinas serão entregues ainda este ano. Mais de 30 milhões no mês de setembro e as demais, até dezembro”, finalizou Queiroga.

Fonte: Planalto 



About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.