Notícia

Argentina anuncia confinamento total por nove dias contra Covid-19

Presidente salientou que é necessária ação para "não naturalizar tanta tragédia"

Foto: Ronaldo Schemidt / AFP / CP

O presidente argentino, Alberto Fernández, anunciou nesta quinta-feira um confinamento total por nove dias, no momento em que o país "atravessa o pior momento da pandemia". Nos últimos dias há registro de cerca de 35 mil casos e 450 mortos a cada 24 horas, na média.

"A medida entrará em vigor da 0h de 22 de maio à meia-noite de 30 de maio", informou o presidente, em pronunciamento na TV. Apenas três são dias úteis, devido aos feriados de 24 e 25 de maio. A partir do dia 31, as restrições atuais serão retomadas, com um novo confinamento total no fim de semana de 5 e 6 de junho.

"Não devemos naturalizar tanta tragédia. Temos que assumir a gravidade. Não é o momento de especulações, ninguém tem o direito de querer tirar vantagem disso, devemos nos unir para superar esta catástrofe", declarou o presidente.

Durante o confinamento, estarão suspensas as atividades sociais, econômicas, educativas, religiosas e esportivas presenciais. Estarão autorizados apenas o comércio essencial e as entregas em domicílio. Os argentinos poderão circular somente pelos arredores de seus domicílios, entre as 6h e 18h. A proibição das atividades será semelhante à imposta por vários meses no começo da pandemia.

Fonte: AFP

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.