Notícia

Hospital São Luiz Gonzaga declara situação de emergência

HSLG 

O Hospital São Luiz Gonzaga divulgou comunicado para a imprensa no fim da manhã desta quarta-feira, 3, declarando situação de emergência diante da ocupação máxima dos leitos da ala covid-19.

1.Tendo por fundamento que o Brasil já entrou na fase de explosão da pandemia de COVID-19 e que estamos a frente a uma das maiores ameaças já vivenciadas pelos sistemas de saúde do mundo, com risco real de sequelas e mortes na população;

  1. Tendo por fundamento o posicionamento da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre a pandemia e a decretação de estado de calamidade pública pelo Estado Brasileiro, inclusive estando o Estado do Rio Grande do Sul com decretação de bandeira Preta em todo o território;
  2. Tendo por fundamento a situação criada pela propagação descontrolada da COVID-19, que apesar de todos os protocolos e recomendações se espalhou de forma incontrolável, mesmo com medidas de isolamento social e eficiente higienização e, finalmente;
  3. Tendo por fundamento a necessidade de proteger tanto a saúde da população, assim como daqueles profissionais que se encontram na linha de frente no combate na frente de combate dessa batalha, como a dos pacientes;
  4. Tendo por fundamento a falta de produtos essências como oxigênio, medicamentos que já estão em falta nos fornecedores, assim como leitos parainternações;
  5. Tendo por fundamento a ocupação máxima dos leitos dessa casa de saúde, atualmente com 20 pacientes internados, a falta de recursos financeiros para fazer frente as despesas necessárias, uma vez que não há repasse estadual nem federal em socorro a nossa Instituição;
  6. Tendo por fundamento a falta de leitos de UTI disponíveis no estado para transferência de pacientes em estado grave;

Vem o Hospital São Luiz Gonzaga, dar ciência do estado de Emergência, podendo evoluir para estado de calamidade, caso não ocorra melhora do quadro geral enfrentado, não possuindo o nosocômio condições de fazer frente ao combate a pandemia de maneira isolada, sendo necessária a colaboração de todos os setores da sociedade e órgãos de representação.

Toda essa normatização caminha no mesmo sentido do trabalho conjunto realizado por todas as autoridades públicas competentes para se manifestar sobre o tema e ressalta, novamente, o papel do Hospital. apoiador das políticas públicas de saúde estabelecidas em prol da população brasileira, mas que chegou ao seu limite de internações assim como financeiro para fazer frente ao combate a pandemia sem a efetiva contribuição dos demais setores.

 Sendo o que se apresenta para o momento, renovamos nossos votos de elevada estima.

Atenciosamente.

IRIA MADALENA DIEDRICH

Interventora

Fonte: HSLG

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.