Saúde

Região das Missões segue com alto risco epidemiológico, informa mapa preliminar

 

(divulgação)

Na semana em que completa nove meses, o modelo de Distanciamento Controlado, lançado no dia 10 de maio de 2020, indica que a maioria das regiões está com alto risco para esgotamento da capacidade hospitalar e velocidade de propagação do vírus no mapa preliminar da 40ª rodada.

Divulgada na sexta-feira, 5, a classificação prévia traz 13 regiões em bandeira vermelha – duas a mais do que na rodada anterior. As outras oito regiões receberam bandeira laranja.

Entre os indicadores monitorados pelo sistema de enfrentamento à pandemia, chamam a atenção a redução no número de pacientes confirmados com coronavírus em leitos clínicos (-7%) e um leve aumento nos leitos de UTI (+3%). Contabilizando o pequeno aumento do total de leitos e também dos confirmados com Covid-19 em UTI, verifica-se estabilidade no número total de leitos de UTI ocupados em todo o Rio Grande do Sul.

Embora os dados indiquem estabilização e a vacinação será ampliada com a expectativa de envio de novas doses ao Rio Grande do Sul neste final de semana, as cores do mapa preliminar alertam para a gravidade da situação no Estado.

Com a proximidade do Carnaval, o Gabinete de Crise chama a atenção para que os gaúchos sigam respeitando os protocolos, principalmente quanto à higienização constante, evitar aglomerações e uso obrigatório de máscara em todas as bandeiras.

Região Santo Ângelo

Na versão preliminar do Distanciamento Controlado desta semana, a região de Santo Ângelo obtém a mensuração final compatível à bandeira vermelha.

Dos seus quatro indicadores regionais, Santo Ângelo alcançou classificação de risco máximo (bandeira preta) em dois deles. É o caso do número de hospitalizações por Covid-19 para cada 100 mil habitantes e da projeção de óbitos.

Houve queda nos registros de hospitalizações para Covid-19 nos últimos 7 dias, que passaram de 51 para 48 registros nesta semana, variação de -6%. Com o registro de 11 óbitos nos últimos sete dias, houve queda de 15% em relação aos registrados na semana anterior (13 óbitos).

No caso do indicador de Ativos sobre Recuperados, a região registrou 409 ativos e 1520 recuperados. Com isso, a razão entre as duas variáveis ficou em 0.27, uma piora em comparação a mensuração anterior, que estava em 0.29.

Destaca-se que a quantidade de novas hospitalizações em proporção da população é bastante elevada, refletindo na bandeira preta para o indicador de incidência na região.

Fonte: Governo do Estado do Rio Grande do Sul

 

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.