Notícia

IBGE abre concursos para mais de 204 mil vagas para o Censo Demográfico 2021

 São três funções disponíveis, com contratos de duração distintos e salário de até R$ 2.100

Esse processo seletivo tem menos vagas previstas que o anterior | Foto: Lucas Lacaz Ruiz/ Estadão Conteúdo / CP

Foram publicados nesta quinta-feira, no Diário Oficial da União, editais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para 204.307 vagas temporárias para a realização do Censo Demográfico 2021, com salários de até R$ 2.100. Ao todo, são 181.898 vagas para a função de Recenseador, com remuneração por produção, de acordo com o número de domicílios visitados e questionários respondidos; 5.450 vagas para a função de Agente Censitário Municipal, com salário no teto; e 16.959 vagas para a função de Agente Censitário Supervisor, com salário de R$ 1.700.

Esse processo seletivo tem menos vagas previstas que o anterior, cancelado no ano passado por conta da pandemia de Covid-19 – eram 208.695 vagas, com previsão de receber quase cerca de milhões de inscrições. stavam planejadas visitas de 180 mil recenseadores a cerca de 71 milhões de domicílios em todo o Brasil. Além da dificuldade de contato pessoal dos recenseadores com a população por causa da epidemia, foi levada em consideração a impossibilidade de treinamento da força de trabalho, que seria iniciado em abril.

Para a função de recenseador, é preciso ensino fundamental completo. As inscrições começam no dia 23 de fevereiro e vão até 19 de março. Entre as atribuições estão cumprir as orientações recebidas por meio do serviço de mensagens no seu dispositivo móvel de coleta; apresentar-se ao informante com o uniforme e o crachá de identificação fornecido pelo IBGE e o documento de identidade citado no crachá; assumir a responsabilidade pela segurança e uso adequado do equipamento eletrônico e acessórios fornecidos pelo IBGE para execução de seu trabalho.

É preciso coletar, presencialmente e/ou por telefone, as informações do Censo Demográfico 2021 em todos os domicílios do setor censitário que lhe foi atribuído no âmbito da sua Área de Trabalho, registrando-as no dispositivo móvel de coleta, de acordo com as instruções recebidas e dentro do prazo para comparecer ao Posto de Coleta, conforme determinação do Agente Censitário Municipal ou do Agente Censitário Supervisor; manter o sigilo dos dados emitidos pelo informante; consultar relatórios diversos de acompanhamento de coleta no dispositivo móvel e sanar as eventuais pendências apontadas; zelar pelo bom uso de todos os materiais e equipamentos recebidos.

Já para a função de agente censitário municipal, a titulação mínima é ensino médio completo. O selecionado vai acompanhar as atividades da coleta de dados, garantindo a perfeita cobertura da área territorial, o cumprimento dos prazos e a qualidade das informações coletadas; acompanhar o Agente Censitário Supervisor no início da coleta da pesquisa urbanística do entorno de domicílios para obter o conhecimento prático; acompanhar sistematicamente o andamento da coleta de dados nas áreas de atuação de cada Agente Censitário Supervisor, por meio dos relatórios dos Sistemas Gerenciais, e adotar as providências cabíveis, com vistas ao bom andamento dos trabalhos, à total cobertura da área territorial, ao cumprimento dos prazos e à qualidade.

Além disso, vai equipar, administrar, organizar e zelar pelo Posto de Coleta, adotando providências para garantir seu adequado funcionamento; adotar as providências relativas à contratação, prorrogação de contratos e desligamento de Recenseadores; acompanhar o registro de frequência dos Agentes Censitários Supervisores (ACS) e operar o sistema administrativo existente no Posto de Coleta. As inscrições começam nesta sexta-feira (19) e vão até 15 de março pelo site.

Fonte: Correio do Povo 

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.