Economia

Gás natural começa ano mais caro no Rio Grande do Sul

 Motoristas que utilizam o combustível tiveram o maior aumento de gás na largada do ano

Foto: MARCELO G. RIBEIRO/JC
Motoristas e demais consumidores de gás natural no Rio Grande do Sul começaram 2021 pagando mais caro pelo produto. A Sulgás, que deverá ser privatizada este ano, anunciou aumento de até 17,35% para o combustível. São quatro segmentos de consumidores. 

O gás natural não subia há 15 meses, segundo a estatal, única fornecedora do insumo no Estado. Em dezembro, a empresa informou que não faria reajuste no fim de 2020 e que a previsão era para 2021, devido ao aumento dos preços pela Petrobras. 

Pela tabela de atualização da Sulgás, o gás natural veicular (GNV) teve o maior reajuste, de 17,35%. Logo depois vem o produto que abastece clientes industriais, que já pagam 11,88% mais caro. O segmento comercial teve aumento de 9,37%, e o residencial, de 7,7%.  

"O realinhamento de preços foi autorizado pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Infraestrutura (SEMA) e considera somente o aumento do custo do gás e a desvalorização do Real observada em 2020", justificou, por nota, a empresa. F; Jornal do Comércio.

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.