Notícia

Festas religiosas e desfiles de blocos de carnaval estão proibidos no Rio Grande do Sul

Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini
Estão proibidos no Rio Grande do Sul festas religiosas e desfiles de blocos de carnaval. A informação foi divulgada pelo governador Eduardo Leite, durante live nesta quinta-feira (28), em que ele também explicou como está a situação do enfrentamento à Covid-19 no Rio Grande do Sul e anunciou um novo método de pesquisa sobre a doença. Mais cedo, a Prefeitura de Porto Alegre também comunicou que o carnaval não terá ponto facultativo.

Ao comentar os números da pandemia no Estado, o governador falou sobre as vacinas e o recebimento de pacientes de outras regiões do Brasil. Eduardo Leite destacou a melhora nos números do Rio Grande do Sul em relação a outros Estados, mas pediu cautela. “Estamos observando a redução de internações, mas ainda há um número maior do que tínhamos em outubro e estamos no mesmo patamar do que tínhamos no inverno do ano passado”, alertou.

Além do governador, participaram da live a secretária da Saúde do Estado, Arita Bergmann, e o secretário de Inovação, Ciência e Tecnologia, Luís Lamb.

Festividades

O governador falou sobre as comemorações religiosas de Navegantes e Iemanjá, em 2 de fevereiro, e de carnaval, que geram aglomerações. “A manifestação individual merece todo nosso respeito”, disse Leite. “Mas eventos, aglomerações, não podem ser admitidos, devido aos riscos sanitários, risco à saúde coletiva, e pedimos a consciência de todos que não desafiem essas normas”, afirmou Leite durante a live. “E já projetando o carnaval que se avizinha, é a mesma coisa”, concluiu.

Fonte: O Sul 

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.