Saúde

Bossoroca chega a 100 casos confirmados de Covid-19; 01 caso está ativo

Foi divulgado na manhã da quarta-feira (23/12), o boletim epidemiológico de Bossoroca, mostrando o total de 100 casos positivos desde o início da pandemia, sendo que destes, 98 encontram-se recuperados ou curados,  01 caso ativo internado em Santo Ângelo, e 05 pacientes em isolamento por síndrome gripal, já assintomáticos, 432 casos já foram descartados e contamos com 01 óbito.

Reflexão:

Com todo esse tempo de pandemia transcorrido, ainda não aprendemos a praticar o distanciamento e a usufruir da flexibilização. Isso está gerando uma guerra de opiniões, munida de ofensas, críticas, opiniões pejorativas e acusações levianas. Estamos erguendo o nosso muro separatista e achamos que precisamos realmente nos proteger uns dos outros... Que pena, pois nesta hora seria o momento de estarmos firmes e todos focados em amenizar os estragos causados pelo COVID, mas estamos dedicados a esbanjar hipocrisia e vaidades, achando que é melhor “estar na moda do que ser o modelo...”

As indiferenças são fáceis de resolver, pois quem quiser fazer a vacina que faça; quem não quiser que não a faça. Quanto mais pessoas aderirem aos protocolos, mais as flexibilizações são possíveis; e assim por diante, pois estes pontos irão ajudar a todos, que não tenhamos dúvida. É preciso ser muito ignorante pra acreditar que não existe uma pandemia, ou que o zero vírgula não sei quanto de letalidade do vírus não significa nada.

O Covid-19 ganhou uma discussão política desnecessária. O negacionismo e a histeria são os dois polos que duelam e atrapalham o bom senso. Sempre procuro o viés técnico, lógico e apolítico, formando minha própria opinião com base nas experiências de pessoas lúcidas.

Só não podemos ficar omissos diante de mais 188 mil mortes por Covid-19 no Brasil, onde o discurso da banalização da morte rompeu os limites sagrados do cuidado com a vida, do respeito aos mortos e do direito ao luto.

Essa é a maior tragédia sanitária da história brasileira, que negou as pesquisas científicas e que se transformou em uma “macabra” estatística de mortes diárias de idosos, adultos e jovens de todas as camadas sociais.

E, agora, corremos o risco de entrar em uma briga política para conseguir tomar a vacina.

Todos os dias acompanho os pacientes em isolamento domicilicar por síndrome gripal ou por terem positivado por covid, alguns acompanho até após a alta do tratamento, dependendo de cada caso. Uns evoluem com menos complicações, outros evoluem com mais complicações sendo transferidos para uti´s e, até hoje, graças a Deus e/ou  infelizmente somente um paciente faleceu. E essa saga se repete. É assim. Todo santo dia, não só aqui, como em vários outros locais, não só do Brasil, como do mundo.

Nos bastidores, compartilho cansaço, vibro com melhoras, lamento, e muito, as vidas que se perdem.

Chega a hora de ir para casa. Bares lotados, confraternizações nos stories, abraços coletivos, microfones compartilhados, e por ai vai...

Sabem os heróis lá de março? Morreram de overdose. Overdose de trabalho, de negacionismo, pela irresponsabilidade alheia. E, alguns morreram literalmente, com Covid.

Hoje na linha de frente só temos humanos. Exaustos. E também muito decepcionados com o que a ausência de coletividade tem nos causado.

Ainda dá tempo de mudar esse jogo. Quem sabe ainda possamos mudar isso? acho que podemos!

Reflitam!

Meu muito obrigado à todos os profissionais que estiveram dando apoio ao trabalho realizado pela Vigilância em Saúde de Bossoroca, nestes já transcorridos 09 meses de pandemia. Que tenhamos todos um Feliz Natal com a esperança de um 2021 muito melhor, com saúde e o possível controle deste praga que tem assolado todo o mundo.

Meu muito obrigado.

Por: RODRIGO COMASSETTO DE FARIAS

COORDENADOR DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE

COREN/RS 164275

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.