Notícia

Tombada em confronto: soldado Marciele, um ano da sua morte

 Guerreira. Corajosa. Incansável. Atributos de uma Policial Militar que jamais desistiu de seus ideais e que sempre exerceu com louvor as missões que lhe foram incumbidas

Créditos: BM
Hoje 25 de novembro, faz 1 ano da morte da soldado Marciele Renata dos Santos Alves, primeira mulher brigadiana morta cumprindo seu dever.

No dia 25 de Novembro de 2019, a Soldado Marciele, do 23° Batalhão de Polícia Militar ao tentar abordar um veículo que estava na situação de furto/roubo, foi atropelada e ficou gravemente ferida.

A policial militar, foi socorrida ao Hospital, porém não resistiu aos ferimentos.

Natural de Cachoeira do Sul, Marciele havia ingressado na polícia em 2012 e era filha de um sargento da região. Ela atuava no Pelotão de Operações Especiais (POE) do 23º Batalhão de Polícia Militar (23° BPM), de Santa Cruz do Sul.

Um ano após sua morte, a Brigada Militar presta sua homenagem a Soldado Marciele, primeira brigadiana a tombar cumprindo o seu dever.

Guerreira. Corajosa. Incansável. Atributos de uma Policial Militar que jamais desistiu de seus ideais e que sempre exerceu com louvor as missões que lhe foram incumbidas

Data de Nascimento: 28/06/1991

Data de falecimento: 25/11/2019

As informações são da Rádio Uirapuru e Brigada Militar

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.