Polícia

Trio que ameaçou e agrediu candidato a prefeito é preso pela PC em Guaíba

 Suspeitos extorquiram a vítima a pagar dívida em tese indevida
Houve a apreensão de espingarda, pistola, munição e R$ 2.270,00 mil em dinheiro, entre outros objetos | Foto: PC / Divulgação 
A Polícia Civil anunciou a prisão de três suspeitos de extorquir, mediante o emprego de violência e grave ameaça, um candidato a prefeito do município de Guaíba a pagar dívida em tese indevida. A operação Cérbero foi deflagrada na noite de quinta e encerrada no início da madrugada desta quarta-feira pela equipe da delegada Karoline Calegari, após rápida investigação.

Houve a apreensão de uma espingarda calibre 12 com três munições, uma pistola calibre 9 milímetros com carregador e 11 munições, um par de algemas, uma soqueira, cinco celulares, um notebook e cerca de R$ 2,2 mil em dinheiro, além de um Hyundai HB20.

De acordo com os agentes da DP de Guaíba, os três investigados estiveram na residência da vítima e, diante de testemunhas, efetuaram ameaças de morte. O trio deu um prazo para que o candidato efetuasse o pagamento de notas promissórias.

Conforme os policiais civis, o ofendido justificou aos criminosos que a dívida estava sendo discutida por via judicial e que seria indevida. Após o vencimento do prazo estabelecido, os indivíduos retornaram armados à casa do candidato e agrediram a vítima fisicamente, inclusive desferindo coronhadas.

Um dos investigados tem antecedentes por roubo a banco e latrocínio, entre outros crimes violentos. Já um outro cúmplice possui uma empresa de segurança privada e vangloriou-se inclusive do fato nas redes sociais. O uso do contexto da empresa de vigilância será apurado detalhadamente pela Polícia Civil. Em relação ao terceiro suspeito, ele tem antecedentes criminais por posse irregular de arma de fogo e falsificação de documento público.

Fonte: Correio do Povo

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.