Notícia

Justiça manda soltar comerciante que matou cachorrinha em Sapucaia do Sul

Belinha - Foto: Arquivo Pessoal/GZH
A Justiça determinou a soltura do comerciante de 42 anos, que atirou com uma arma de pressão e matou a cadela de um menino de 13 anos em Sapucaia do Sul, na Região Metropolitana. O crime ocorreu na segunda-feira, Dia das Crianças, no momento em que o menino tinha ido ao mercado fazer compras pedidas pelos pais.

A decisão na na terça-feira (13), determinou a liberdade provisória sob compromisso de que o homem compareça aos atos do processo, mantenha endereço atualizado e não se ausente da comarca. 

O homem foi um dos primeiros presos no Rio Grande do Sul com base na nova lei dos maus-tratos, sancionada no final de setembro pela Presidência da República. O texto trouxe mais rigor a casos como esse.

O delegado Mario Souza afirmou que, apesar de o homem ter ficado preso pouco mais de 24 horas, com base na legislação anterior ele seria liberado na hora após assinatura de termo circunstanciado.

— É importante que as pessoas saibam que maus-tratos levam gente para a prisão. Precisamos parar com essa barbárie. Esse homem será investigado e indiciado pela polícia — assegurou o delegado.

O caso

Segundo a família, o menino foi ao mercadinho, pouco depois das 12h de segunda-feira para fazer compras pedidas pelos pais. A sua cadela, Belinha, o acompanhou, como fazia de costume. O cão ficou esperando do lado de fora do estabelecimento. A presença do animal gerou a irritação do proprietário do mercado que, segundo a polícia, atirou com uma espingarda contra a cadela.

O tiro alertou o menino, que saiu de dentro do mercado. Correndo, ele ainda levou a cadela sangrando em seu colo até os seus pais, para que a examinassem e pedissem ajuda. Belinha não resistiu.

Belinha e o garoto eram melhores amigos havia oito anos.

De acordo com o irmão, o menino passou a terça-feira (13) com a família e ainda estava abalado, chorando frequentemente. Ele recebeu visitas de pessoas que se comoveram com a história e levaram alguns presentes.

Fonte: GAÚCHAZH - GZH

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.