Politica

Bolsonaro decide indicar Jorge Oliveira para ministro do TCU

Foto: Correio Braziliense 
O presidente Jair Bolsonaro indicou o ministro da Secretaria Geral da Presidência, Jorge Oliveira, para o Tribunal de Contas da União (TCU). A sabatina dele na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado está prevista para o dia 20. No dia seguinte, será a vez do desembargador Kassio Nunes, indicado por Bolsonaro para o Supremo Tribunal Federal (STF) ser questionado pelos senadores.

As duas indicações devem ser votadas pelo plenário também no dia 20, conforme decidiram há pouco os líderes partidários em reunião com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Jorge era um dos nomes mais cotados para a vaga de Celso de Mello no Supremo, mas o presidente optou pelo nome do desembargador.

Advogado e policial militar da reserva, o ministro da Secretaria Geral da Presidência, Jorge Oliveira, tem 44 anos, é amigo e homem de confiança do presidente. Seu pai assessorou Bolsonaro por 20 anos na Câmara. O ministro foi assessor jurídico do atual presidente, quando este era deputado, e chefe de gabinete de Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). Entrou para o governo como subchefe de Assuntos Jurídicos da Casa Civil da Presidência da República. Foi nomeado ministro em junho de 2019. Também foi cotado para substituir Sergio Moro na Justiça.

*As informações são do Congresso em Foco


About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.