Notícia

Bebê nasce com 5,7 kg: "A cama chegou a balançar" diz a mãe

Bebê de quase 6 kg nasceu na Santa Casa em Campo Grande — Fotos: TV Morena/Reprodução
O maior bebê da história recente da Santa Casa, em Campo Grande. É desta forma que a diretoria do hospital falou sobre a chegada de Marcos Gabriel, que nasceu esta semana com 5,730 kg, após verificar os registros de nascimentos, dos últimos cinco anos. A mãe conta que a surpresa foi grande, desde a notícia da gestação até o momento em que ele nasceu e "a cama chegou a balançar".

'Meu caçula tem 15 anos e eu nunca imaginava ter filho de novo. Tenho outros 3 filhos e engravidei quando precisei trocar o anticoncepcional. Quando descobri, entrei em desespero, chorei bastante e fui fazer o pré-natal. Foi quando descobri que estava com diabetes gestacional, um dos motivos para o bebê nascer gordinho", afirmou a auxiliar de cozinha, Luiza Camposano Gomes.

Para alimentá-lo, a mãe conta que o leite dela não está sendo suficiente e ela então está recebendo doação do banco de leite do hospital. Na hora do nascimento, Luiza diz que relembra o exato momento "A médica puxou ele e falou assim: você vai sentir uma sensação no peito, vai sentir um puxão. Quando puxaram, eu senti que a cama balançou...porque puxaram ele e como era muito grande, muito gordo, a cama chegou a balançar. A hora que olhei pro lado, nem acreditei...aí virou festa", comentou.

Já o pai, o motorista Antônio Marcos da Conceição, fala que foi chamado no momento da cirurgia e então "subiu e viu sair o meninão". "Eu estou muito feliz por ele ter saído com saúde". O coordenador do setor da maternidade, William Lemos, disse que o último bebê grande com registro no hospital era de 5,3 kg. "Esse bebê nasceu com quase 5,8 kg, então é o maior bebê que a gente teve na história recente aqui da Santa Casa", argumentou.

Na época do ultrassom, Luiza falou que o exame já indicava que o bebê teria mais de 5 kg. "Só que ninguém espera que seria algo tão maior, quase 6 kg. Na hora da extração, as duas residentes tiveram que usar as quatro mãos para segurar o neném, de tão grande, só que ele nasceu chorando e logo veio para o meu colo", relembrou.

No entanto, após a emoção da chegada, os pais falam do desafio em refazer todo o enxoval, já que nada do que eles compraram está servindo. "Começando pelos cueiros dele da maternidade. Nenhum fechava e tivemos que pegar um lençol. As roupas também, só tem cinco na gaveta da cômoda, tudo pequeno. A fralda RN também nenhum foi usada. A dele é a média. Quem tiver enxoval e puder ajudar, a gente fica agradecido", finalizaram os pais.

Fonte: G1


About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.