Polícia

Homem é preso por abusar sexualmente de crianças que pediam dinheiro em semáforos

 As vítimas dos abusos tem entre 7 e 14 anos. 

Polícia fez operação na manhã desta segunda para prender o suspeito em Canoas — Foto: Reprodução/RBS TV
Região Metropolitana - Na manhã desta segunda-feira (17), foi preso um homem de 55 anos, por abusar sexualmente de crianças que pediam dinheiro em semáforos em Canoas. Segundo a Polícia Civil, sete crianças já foram identificadas como vítimas dos abusos. Eles são meninos, que têm entre 7 e 14 anos.

Ele que foi encontrado em casa, no bairro Estância Velha, é investigado por estupro de vulnerável e exploração da prostituição infantil.

Segundo o delegado Pablo Rocha, titular da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), quatro crianças e uma testemunha já foram ouvidas.

"Nos relatam todas a mesma coisa. Ele tinha uma estratégia, primeiro ele se aproximava dessas crianças que trabalham em sinaleiras, que pedem em sinaleiras, crianças muito humildes. Ele se aproximava, ofertava dinheiro, sem nenhuma vinculação a prática de qualquer ato, oferta baixa, R$10, R$20. Iniciava uma relação de amizade com essas crianças e, posteriormente, tendo a confiança dessas crianças ele fazia uma oferta em dinheiro para a prática de atos de cunho sexual", afirma o delegado.

"Ele marcava encontros em um lugar ermo em Canoas, onde ele conhecia bem. Ele mandava as crianças por um caminho e ele ia por outro, evitando ser identificado no deslocamento com as crianças. Praticava os atos sexuais, dava dinheiro para as crianças e, sistematicamente, ele ia repetindo esses atos".

O delegado acrescenta que o homem é conhecido por um grupo amplo de crianças. "Todas reconheceram ele como o autor dos estupros, todas elas descreveram ele primeiro, e depois, quando foi mostrada a foto, elas reconheceram. Todas identificaram ele com o mesmo apelido, que é 'Tio Véio'".

A operação que prendeu o homem recebeu o nome de Sinal Vermelho. Ele deve ser ouvido na manhã desta segunda e depois encaminhado ao sistema prisional.

Fonte: G1 RS


About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.