Notícia

Confirmado mais 3 casos de COVID-19 em Bossoroca



Nesta quarta-feira (05/08), foi divulgado o boletim epidemiológico às 15h30min, pela Secretaria Municipal de Saúde de Bossoroca, onde foi confirmado mais 3 casos de COVID-19, em Bossoroca.

De acordo com a Vigilância em Saúde de Bossoroca, o primeiro trata-se de um paciente idoso que teve contato com sua companheira, a qual faleceu e testou COVID positivo, sendo que no dia 03/08 foi coletado o material para RT-PCR, o qual foi enviado ao LACEN/RS tendo resultado positivo para COVID-19.

Os outros 02 casos são da mesma família, onde a paciente com 57 anos, diabética, hipertensa e cardíaca, realizou procedimentos cardíacos na cidade de Santo Ângelo, onde foi realizado teste rápido devido a sintomatologia, tendo como resultado positivo. Também foi coletado material para RT-PCR, o qual foi enviado ao LACEN/RS, onde aguardamos resultado. 

A outra paciente tem 32 anos, hipertensa e diabética, teve sintomas gripais a cerca de 15 dias (segundo informações colhidas com a família), hoje assintomática, e devido a confirmação do caso em Santo Ângelo, foi realizada investigação epidemiológica com os contatos domiciliares e possíveis contatos, onde somente ela obteve resultado positivo.

Nesta semana também tivemos 02 casos recuperados (curados), os quais já podem retornar as suas atividades rotineiras.

Os testes rápidos somente são realizados em pessoas que realmente tiveram contato direto e prolongado sem as medidas de precaução com estes casos que testaram positivo, segundo protocolos do Ministério da Saúde e Secretaria Estadual de Saúde, pedimos a colaboração de todos quanto à isso, pois contamos com quantidade reduzida de testes devido a testagem de ontem.

O Coordenador de Vigilância em Saúde, Rodrigo Comassetto de Farias, pede que as pessoas que procurem atendimento médico ao sentir qualquer um dos sintomas compatíveis com Covid-19 (febre, tose seca, cansaço, dor de garganta, dores no corpo, dor de cabeça, diarreia, conjuntivite, perda de olfato e/ou paladar, dificuldade de respirar ou falta de ar, dor ou pressão no peito), mesmo aqueles considerados leves, pois quando se busca o atendimento numa fase inicial da doença, é possível evitar o agravamento. Esta nova diretriz busca evitar mortes e o agravamento da doença, que, consequentemente, compromete a estrutura de atendimento.

"O tratamento precoce tem uma resposta mais assertiva, evitando piora, evitando necessidade de respiradores". Estamos preparados para receber os pacientes.

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.