Notícia

Bossoroca tem 16 casos de Coronavírus; 9 estão curados

Nesta semana o município de Bossoroca teve a confirmação de mais 02 casos positivos para COVID.

Trata-se de um paciente do sexo feminino, a qual apresentou sintomas gripais há mais de um mês, sendo colocada em isolamento neste período e realizado teste rápido na rede particular , onde obteve resultado negativo e também obteve resultado negativo no teste rápido realizado pela equipe de Vigilância em Saúde de Bossoroca, no 14 º dia . Devido a persistência de perda do olfato e paladar (lembrando que segundo pesquisas a perda do olfato e/ou paladar pode persistir por até um mês, e em alguns casos até ser permanente), a paciente realizou exame sorológico na rede particular na semana passada, onde obteve como resultado IgG positivo, isto indica que a mesma teve infecção pelo vírus, e no momento já curada, não transmite mais o vírus.

O segundo caso é de um paciente do sexo masculino que estava internado no hospital de São Luiz Gonzaga, há mais ou menos 1 mês, e devido a contaminação de alguns profissionais de saúde e também de pacientes, alguns pacientes que tiveram contato foram testados, onde o mesmo obteve o resultado IgG positivo através de teste rápido específico. O mesmo também se encontra assintomático e já não transmite o vírus.

* Uma breve explicação:

As Imunoglobulinas IgG, IgM e IgA são anticorpos. Eles agem em forma de reação imunológica a antígenos (por exemplo, as proteínas do vírus)  com os quais entramos em contato ou presentes em nosso organismo.

Na COVID-19 os anticorpos de fase aguda da doença, que são os IgM ou IgA, aparecem em torno do 10º dia de sintomas. Já os anticorpos do tipo IgG são produzidos posteriormente pelo organismo e geralmente aparecem a partir do 15º dia de contágio. Eles podem permanecer por meses ou anos no nosso organismo.

Se o resultado do exame detecta IgG reagente e IgM/IgA não-reagente, significa que o paciente teve infecção há pelo menos 3 semanas e pode estar imunizado, porém ainda não há evidências científicas sólidas que afirmem o tempo de duração dessa imunização.  

"Então mais uma vez peço encarecidamente as pessoas que procurem atendimento médico ao sentir qualquer um dos sintomas compatíveis com Covid-19 (febre, tose seca, cansaço, dor de garganta, dores no corpo, dor de cabeça, diarreia, conjuntivite, perda de olfato e/ou paladar, dificuldade de respirar ou falta de ar, dor ou pressão no peito), mesmo aqueles considerados leves, pois quando se busca o atendimento numa fase inicial da doença, é possível evitar o agravamento" Salienta o Coordenador de Vigilância em Saúde, Rodrigo Comassetto de Farias. 

"O tratamento precoce tem uma resposta mais assertiva, evitando piora, evitando necessidade de respiradores". Estamos preparados para receber os pacientes.


Fonte: Coordenadoria de Vigilância em Saúde / Secretaria de Saúde de Bossoroca 

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.