Educação

Aulas presenciais no Estado podem retornar já na próxima segunda-feira

 "Insisto que vejo possibilidade de retorno", diz Leite 

Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini
Na véspera de retomar as discussões com prefeitos sobre a volta do ensino presencial, o governador Eduardo Leite reafirmou, na tarde desta segunda-feira, a posição do Palácio Piratini de que é possível reabrir as escolinhas da Educação Infantil a partir da segunda que vem, 31 de agosto. Nesta terça-feira, representantes do Executivo, da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) e do Ministério Público Estadual se reúnem para tentar dar fim ao impasse.

Em live realizada nesta segunda, o governador comentou a negativa da Famurs à proposta do governo de deixar com os prefeitos decisão sobre reabertura de pré-escolas e creches. “A gente espera consolidar este retorno ou não das aulas até quinta-feira com uma consolidação de visão sobre o tema. Eu ainda insisto e vejo uma possibilidade de retorno com regras, horários e turmas reduzidas, mas observando as condições sanitárias. O governo do Estado tem compromisso com a saúde e a vida”, respondeu Leite.

Na semana passada, a Famurs reafirmou posição contrária ao retorno das atividades presenciais em sala de aula, como proposto pelo governo gaúcho. Além disso, a entidade que representa as 497 prefeituras rejeitou a alternativa sugerida pelo Palácio Piratini para que os prefeitos decidam sobre o retorno presencial na Educação Infantil.

“Estamos trabalhando de maneira incansável para oferecer alternativas aos alunos, professores e familiares com segurança” afirma o secretário de Educação, Faisal Karam, em entrevista ao Diário.

O governo propõe retomar o calendário de forma escalonada, começando pelas crianças de zero a quatro anos, o que não interfere na grade curricular. Caso a decisão fique a cargo do Executivo, os municípios poderão ou não adotar medidas mais restritivas sobre o retorno das atividades em pré-escolas e creches. A entidade entende que o diálogo possa ser retomado quando diminuírem os números de casos de Covid-19 no Rio Grande do Sul

Fonte: GaúchaZH e O Diário

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.