Saúde

Vacina contra covid-19 será testada em 30 mil pessoas, diz Pfizer

Vacina: Pfizer espera produzir 100 milhões de doses até o final de 2020 (Dado Ruvic/Reuters)
A farmacêutica Pfizer obteve bons resultados em testes clínicos de sua vacina contra o novo coronavírus em parceria com a empresa de biotecnologia BioNTech. O estudo, randômico, foi testado em 45 voluntários que receberam três doses da vacina ou placebo; destes, 12 receberam uma dose de 10 microgramas, outros 12 tomaram 30 microgramas, mais 12 receberam uma dose de 100 microgramas e nove foram tratados com a versão em placebo da vacina.

A opção da empresa, ainda em fases 1 e 2 de testes da vacina, estimulou a resposta imune dos pacientes saudáveis, mas também causou efeitos colaterais, como febre, em doses mais altas.

Em entrevista à EXAME, Márjori Dulcine, diretora médica da Pfizer Brasil, contou um pouco sobre os próximos passos da vacina no mundo e afirmou que a mesma deve ser testada em mais de 30.000 pessoas em “breve”, quando atingir a fase 2b/3 de testes clínicos. “A Pfizer espera que em breve, após os resultados positivos nos estudos clínicos que estão sendo realizados, possa disponibilizar o acesso globalmente, exceto na China, onde a BioNtech tem um acordo com a empresa Fosun”, afirmou Dulcine.

Sobre a chegada da vacina no Brasil, Dulcine disse que dependerá da “quantidade de casos no país.”


About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.