Polícia

Polícia Civil realiza operação contra pornografia infantil em quatro cidades do RS


Estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão em residências de suspeitos — Foto: Divulgação/Polícia Civil


Um efetivo de 45 (quarenta e cinco) policiais civis cumpriram as ordens judiciais nos 4 (quatro) municípios. São utilizadas 15 (quinze) viaturas.

Dentro deste contexto inclui-se na operação a repressão aos delitos praticados pela internet, por ser este o veículo mais utilizado por jovens, que acabam sendo vítimas e também por criminosos, aqueles que julgam estar protegidos por um falso anonimato.

Cada um dos investigados acaba por ser também uma central de compartilhamento do material ilícito, isto através do uso de programas específicos, que permitem que os computadores pessoais funcionem como verdadeiros servidores, isto é, os arquivos passam a ser de livre compartilhamento entre os componentes do grupo interligados através dos programas de computação.

Os mandados foram cumpridos com o apoio de Peritos Criminais do IGP (Instituto Geral de Perícias), ocasião em que se verificou e comprovou a prática dos ilícitos investigados, sendo feita a autuação pelo Delito de Manter e Armazenar Pornografia Infantil e eventualmente, se comprovado também o compartilhamento do material ilícito, também a autuação se dá pelo compartilhamento.

Portanto, cada um dos consumidores de pornografia infantil é também um fornecedor de material a outros, facilitando a difusão do material ilícito e dificultando os trabalhos de rastreamento e localização da origem dos conteúdos.

Foram presos 04 indivíduos e apreendidas drogas, dinheiro, esteroides anabolizantes, além, de computadores e HDs com materiais ilícitos para posterior análise.

A Operação conta com 31 prisões, já somadas as 04 prisões efetuadas na data de hoje.

Todo o trabalho investigativo foi realizado pela Delegacia de Proteção a Criança e Adolescente de Canoas - DPCA, coordenada pelo Delegado Pablo Rocha, que enfatiza que a exploração da pornografia infantil, um crime gravíssimo que envolve dor e sofrimento, uma vez que a criança que é submetida aos cruéis e repulsivos atos de produção de material pornográfico é vítima.

O consumo da pornografia é fator de grande incremento e estímulo para a prática de atos concretos, no mundo real, de atos de pedofilia, nestes incluídos o estupro de vulneráveis e outros atos ilícitos. (Fonte: PC)

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.