Notícia

Guardas municipais ofendidos por desembargador são homenageados em Santos

Foto: Divulgação/Prefeitura de Santos (20.jul.2020)
Os guardas municipais Cicero Hilário Roza Neto e Roberto Guilhermino foram homenageados nesta segunda-feira (20) com medalhas de reconhecimento da Prefeitura de Santos, no litoral paulista.

Os agentes mantiveram a compostura ao serem ofendidos por um desembargador durante uma abordagem no último sábado (18).

Foi realizada uma cerimônia para entrega das medalhas, que além do prefeito contou com a presença do secretário de Segurança Pública de Santos, Sérgio Del Bel, e de familiares dos guardas municipais.

"Ontem, tivemos essa ocorrência que, se por um lado mostrou para o Brasil um mau exemplo de comportamento, também mostrou um ótimo exemplo de postura, ética e procedimento adequado", disse o prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB). "A gente precisa valorizar os bons exemplos no nosso país. Por isso, em nome de todos os santistas, vamos prestar uma homenagem com a medalha de reconhecimento a esses valorosos profissionais."

Após o discurso de Barbosa, Eduardo, filho de Hilário, afirmou que ficou muito feliz com a postura do pai e que é gratificante ver seu reconhecimento.

"Fico muito feliz. A gente brinca de super-heróis, vemos os filmes da Marvel, vemos o Hulk, mas isso é só na tela do cinema. Naquele dia ele me mostrou que tem um herói do meu lado. Alguém que mostra humildade, que nunca me ensinou coisa errada. Fico muito surpreso pelo fato de ele ter ficado calado ali. Para mim ele é um herói", disse o jovem.

Relembre o caso 

O episódio ocorreu no sábado (18), durante uma fiscalização da Guarda Municipal na orla da praia em Santos. O desembargador Eduardo Siqueira foi abordado pelos guardas Cicero Hilário Roza Neto e Roberto Guilhermino por não estar utilizando máscara de proteção contra a Covid-19 e, assim, descumprindo o decreto municipal. 
Foto: Reprodução 
O desembargador insultou Hilário, chamando-o de analfabeto e perguntando se o mesmo sabia ler. Após receber a multa pelo descumprimento da legislação, Siqueira rasgou o papel e jogou na areia.

O guarda Roberto Guilhermino filmou toda ação, que rapidamente começou a circular pelas redes sociais. 

A Prefeitura de Santos divulgou uma nota, após a criculação do vídeo, na qual repudia o ato. Além disso, a  Corregedoria Nacional de Justiça, órgão do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), anunciou neste domingo (19) a abertura de um procedimento para apurar a conduta do desembargador.

Fonte: CNN Brasil 

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.