Politica

'Estou perfeitamente bem', diz Bolsonaro após diagnóstico de covid

Presidente anunciou resultado positivo para coronavírus nesta terça-feira (7) e informou o uso de hidroxicloroquina e azitromicina em seu tratamento

Foto: Globo
O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (7) que, apesar do resultado de positivo para covid-19, está perfeitamente bem.

Bolsonaro anunciou o resultado e disse que adotou o uso de hidroxicloroquina e azitromicina em seu tratamento contra a covid-19.

O mandatário contou que chegou a ter febre de 38 graus nesta segunda-feira (6), data do exame feito no Hospital das Forças Armadas, em Brasília. Em seguida, contou que tomou o medicamento. “Confesso que, como eu acordo muito durante a noite, depois da meia-noite eu consegui sentir uma melhora", disse.

Bolsonaro contou que acordou bem, disposto inclusive para fazer uma caminhada no Palácio do Alvorada, no entanto, a prática foi vetada por recomendação médica. Depois, voltou a defender o uso do medicamento.  

“Acredito que não só o atendimento que eu tive, mas a forma como foi administrada a hidroxicloroquina. Foi quase de imediato (a melhora). Eu não sou médico, sou capitão do Exército. Mas a cloroquina, dada na fase inicial, a chance de sucesso chega por volta de 100%”, afirmou.

O mandatário confessou, ainda, que achava já ter sido infectado pelo coronavírus. "Achava que tinha pego lá atrás, tendo em vista minha atividade muito dinâmica perante à população. Estou na frente do combate e não fujo da minha responsabilidade. Tendo em vista meu contato com o povo nos últimos meses achava que tivesse contraído e não percebido", disse.

Bolsonaro já realizou três outros testes para coronavírus - todos em março. O resultado, entregue pela AGU (Advocacia-Geral da União), deram negativos. Na ocasião, o presidente usou dois codinomes para fazer os exames: Airton Guedes e Rafael Augusto Alves da Costa Ferraz.

Fonte: Portal R7

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.