Notícia

Desembargador é pego sem máscara e chama guarda-civil de 'analfabeto'

Vídeo que circula nas redes sociais mostra Eduardo Almeida Prado Rocha de Siqueira rasgando multa em Santos. TJ-SP vai apurar conduta do magistrado 

Imagem Reprodução
Um vídeo que passou a circular nas redes sociais, neste domingo (19), mostra o desembargador Eduardo Almeida Prado Rocha de Siqueira chamando um guarda-civil municipal, em Santos, de “analfabeto” após ser abordado por não utilizar máscara de proteção enquanto caminhava pela praia.

Nas imagens, o guarda pede “por favor” que ele coloque o item de proteção —obrigatório por meio de decreto estadual desde o dia 7 de maio. Siqueira, no entanto, se recusa e afirma que “decreto não é lei”. Diante disso, o guarda desce do veículo e comunica o cidadão que ele será multado.

Contrariado, o desembargador pega o celular e diz que vai ligar para Sérgio Del Bel, secretário de Segurança de Santos. Durante a suposta conversa com o secretário, ele faz questão de ressaltar o cargo que ocupa e, na sequência, diz: “Eu estou aqui com um analfabeto”.

O guarda finaliza o preenchimento do ato de infração e entrega para Siqueira, que rasga o documento, joga no chão e continua andando.


Tribunal de Justiça apura conduta do desembargador 

O TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) informou que "determinou imediata instauração de procedimento de apuração dos fatos". De acordo com informações divulgadas pela Justiça, a gravação original será requisitada e o tema analisado o mais rápido possível.

"O TJSP não compactua com atitudes de desrespeito às leis, regramentos administrativos ou de ofensas às pessoas. Muito pelo contrário, notadamente em momento de grave combate à pandemia instalada, segue com rigor as orientações técnicas voltadas à preservação da saúde de todos", completou por meio de nota.

Fonte: Portal R7

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.