Notícia

Testes rápidos de cinco pacientes apontam positivo para coronavírus em São Luiz Gonzaga

Pessoas tiveram contato com o paciente do primeiro caso confirmado 

Freepik
Com a confirmação do primeiro caso de COVID-19 em São Luiz Gonzaga, a Secretaria de Saúde realiza a investigação epidemiológica e o monitoramento das pessoas que tiveram contato com o paciente, o qual segue internado em Santo Ângelo. Por meio de testes rápidos realizados nessa terça-feira (5), quatro colegas de trabalho e a mãe de um dos trabalhadores do local testaram positivo para COVID-19.

Os funcionários apresentaram sintomas leves de síndrome gripal. Atualmente, nenhum deles apresenta qualquer tipo de sintoma. A mulher, de 55 anos, apresentou sintomas mais acentuados e está em observação no Hospital São Luiz Gonzaga. Na segunda-feira (11), os testes rápidos serão realizados na esposa e no filho do paciente. Todos estão em isolamento domiciliar e recebem acompanhamento da Secretaria de Saúde.

A pasta solicita às pessoas que apresentarem sintomas respiratórios que procurem a ESF Centro, a qual realiza o atendimento exclusivo desses casos. A unidade de saúde está localizada na Rua São João, nº 1455 e atende em três turnos, das 7 horas ao meio-dia, das 13 horas até às 16 horas e das 18 horas até às 22 horas, de segunda a sexta-feira. Atendimento também pelo número 3352-9089.

TESTES RÁPIDOS

A Prefeitura de São Luiz Gonzaga recebeu da Secretaria Estadual de Saúde um repasse de testes rápidos imunocromatográficos para o diagnóstico de COVID-19. Inicialmente, os testes só poderiam ser realizados em pacientes que se enquadravam no protocolo de testagem definido pela secretaria estadual, que compreende profissionais da saúde, segurança pública e idosos sintomáticos.

Após a descoberta do primeiro caso em São Luiz Gonzaga, a Secretaria Municipal de Saúde iniciou o procedimento de acompanhamento e testagem dos contatos diretos do paciente. O objetivo é estabelecer um panorama epidemiológico desses casos iniciais, para que sejam tomadas as medidas necessárias de isolamento e contenção da propagação da doença.

O biomédico da Secretaria de Saúde, Gunther Sott, explica como funciona o teste rápido. “O teste imunocromatográfico, também chamado de teste rápido, é um teste indireto para a COVID-19. Ele se baseia na detecção de anticorpos contra o vírus sars-cov-2 no sangue do paciente. Nosso sistema imunológico leva de 7 a 10 dias para produzir esses anticorpos, por isso a recomendação é que os testes imunológicos só sejam realizados depois de 10 dias do início dos sintomas.  A testagem antes desse período pode resultar em um falso negativo, devido a esse tempo de produção dos anticorpos” afirmou.

A Administração Municipal está em processo de compra – com recursos próprios – de mais testes rápidos para que sejam realizados na população que apresentar sintomas suspeitos da doença, mas que não se enquadram no protocolo da Secretaria Estadual de Saúde.


Assessoria de Imprensa da Prefeitura de São Luiz Gonzaga com informações da SEMSA

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.