Educação

Estudantes da rede estadual terão de acumular aulas presenciais e remotas para concluir ano letivo


Os estudantes da rede estadual de ensino terão de acumular aulas presenciais e remotas se as escolas permanecerem fechadas no mês de junho em razão da pandemia de coronavírus. A informação consta em nota técnica enviada pela Secretaria Estadual de Educação (Seduc) à Assembleia Legislativa, após pedido de esclarecimentos do deputado Gabriel Souza (MDB). No documento de nove páginas, o secretário Faisal Karam detalha o que já está planejado quando as atividades escolares presenciais forem retomadas e o que ainda falta definir.

Para permitir as aulas remotas, a Seduc afirma que vai disponibilizar franquia de internet para todos os alunos e professores da rede. A ferramenta, segundo a nota, ainda está em fase de elaboração. Não foi explicado, no entanto, se haverá o avanço das aulas deste ano em 2021. Outra informação que consta no documento é referente ao recesso escolar. Conforme a Seduc, as férias de inverno, que ocorreriam no final de julho, foram antecipadas para maio. Ou seja, quando as aulas presenciais forem retomadas, não haverá nova paralisação. A secretaria também estuda ampliar a oferta de aulas em canais de TV aberta.

As escolas também responderam sobre quais os recursos pedagógicos que estão sendo utilizados durante as aulas programadas:

54,26% cadernos e livros

55,49% mensagens eletrônicas

42,62% postagens em redes sociais

29,79% plataformas digitais

15,15% blog ou site

A rede estadual de ensino possui 2.497 escolas e 812 mil alunos. Conforme a Seduc, os professores estão recebendo cursos gratuitos online durante a pandemia.

Fonte: GaúchaZH 

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.