Notícia

Implantação do distanciamento social controlado será divulgado quinta

O novo modelo de distanciamento social vai dividir o RS por regiões. Eles serão monitorados constantemente, podendo mudar para restrições mais ou menos rígidas.

Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini
O governador Eduardo Leite anunciou, nesta terça-feira (28) durante a transmissão ao vivo diária, que a segmentação regional, um dos critérios para a implantação do distanciamento controlado no Estado, será divulgada na quinta-feira (30/4).

"Teremos as divisões em regiões definidas, e o novo decreto, que substituirá o que está vigente, vai contemplar essas regiões", explicou. No entanto, os protocolos para os níveis de risco de cada região serão estabelecidos ao longo da primeira semana de maio.

Até a última sexta-feira (24/4), a sociedade civil foi convidada a contribuir com sugestões para o modelo que está em elaboração. O Executivo recebeu mais de 200 contribuições, todas em avaliação pelo Gabinete de Crise.

Para a implantação do distanciamento social controlado, o Estado será dividido em regiões, de modo que seja possível analisar indicadores, como a ocupação dos leitos de UTI e o perfil da população. Esses indicadores farão com que cada região pertença a uma das quatro bandeiras que evidenciam o risco. Eles serão monitorados constantemente, podendo mudar para restrições mais ou menos rígidas.

A outra divisão leva em consideração os setores econômicos, que serão segmentados em pelo menos 12 setores, para os quais haverá protocolos específicos. "Devemos ter quatro bandeiras de risco e quatro níveis de protocolo para pelo menos 50 atividades econômicas", descreveu Leite.

A previsão inicial era de que a migração para o novo modelo já fosse iniciada no dia 1º de maio, mas o governador ressaltou a necessidade de, além do desenvolvimento da estrutura técnica, reforçar a comunicação, de forma clara, para que as mudanças ocorram com transparência.

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.