Notícia

Decreto estabelece racionalização do uso da água, intensa fiscalização e multa em Santiago


Após analisar a baixa do nível da barragem de Santiago e o fator climatológico que prevê poucas chuvas, o prefeito Tiago Gorski Lacerda não quis perder tempo e assinou o decreto que estabelece a racionalização do uso da água e a intensa fiscalização. 

Ele considera que está um vigor um decreto que declara situação de emergência nas áreas rural e urbana afetadas pela estiagem e teme que uma eventual falta de água na cidade cause mais problemas. O prefeito analisou um estudo que observa a redução diária de 3 centímetros (em média) do nível da barragem, sendo que no dia 23, o nível chegou a 6,94, a menos de dois metros de chegar do nível crítico.

"Considerando o nível atual da barragem, a água da Corsan deve ser para fins essenciais, devendo ser evitado para uso de lavagem de veículos, calçadas, reposição de piscina e outras atividades que resultem em prejuízos ao abastecimento da população", considera o prefeito. Haverá fiscalização intensa por parte de agentes municipais e também pela Defesa Civil, havendo notificação e multa nos casos reincidentes.

CLIQUE AQUI para ler o decreto na íntegra. 

Foto e texto: Márcio Brasil/Prefeitura de Santiago

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.