Notícia

Polícia Ambiental confirma que animal atropelado em Catuípe é maracajá, não uma Onça

Foto: Rádio Águas Claras 
A Polícia Militar Ambiental de Santo Ângelo esclareceu que se trata de um Maracajá o felino encontrado morto às margens da RS 342, próximo do trevo de acesso a Catuípe.

O fato foi registrado através da Rádio Águas Claras com a Brigada Militar de Catuípe. Até então, populares que avistaram o animal já sem vida acreditaram ser uma onça pintada, policias militares de Catuípe também não identificaram o animal e não descartaram a possibilidade pelas características de ser uma onça.

A espécie foi confirmada pela Polícia Militar Ambiental, que tomou conhecimento do fato e esteve no local examinando a carcaça do felino. O animal pesava aproximadamente 4 kg. O Soldado Reis disse a nossa reportagem que recentemente foi encontrado na região o Maracajá em Eugênio de Castro e Guarani das Missões e realmente muito semelhante a onça-pintada.

O gato-maracajá ou simplesmente maracajá é um felino nativo da América Central e América do Sul. Tem, como característica, uma cauda mais longa do que seus membros posteriores. Os seus pelos são amarelo-escuros nas partes superiores do corpo e na parte externa dos membros. 

O gato-maracajá (Leopardus wiedii) é um pequeno gato selvagem nativo da América Central e do Sul. De hábitos solitários e noturnos, esse felino vive em florestas primárias perenes e decíduas.

Até a década de 1990, os gatos-maracajá eram caçados ilegalmente para serem vendidos como animais de estimação. Isso levou a uma diminuição populacional da espécie. Desde 2008, o animal foi listado como “Quase Ameaçado” na Lista Vermelha da IUCN porque a população está em declínio devido à perda de habitat por causa do desmatamento.

Fonte: Rádio Águas Claras de Catuípe

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.