Notícia

Três acusados de latrocínio ocorrido no ano passado em São Luiz Gonzaga são condenados

Penas chegam a mais de 30 anos. Foto: divulgação

Três homens denunciados pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul por terem matado um homem durante assalto a um mercado, foram condenados a penas de 26 e 36 anos de prisão na última sexta-feira, 29. O crime de latrocínio ocorreu em São Luiz Gonzaga, no Bairro Duque de Caxias, no dia 15 de dezembro de 2018.

De acordo com a denúncia, a vítima fatal percebeu o assalto em um mercado e interviu em socorro do dono do estabelecimento. Um dos condenados então disparou pelo menos duas vezes e acertou a vítima, que morreu em virtude dos ferimentos.

Diferentemente do crime de homicídio, quando a motivação é tirar a vida da vítima e o julgamento se dá pelo Tribunal do Júri, no crime de latrocínio o objetivo é o roubo, e a morte da vítima, consequência. Por isso, o latrocínio é tratado como um crime contra o patrimônio e julgado por um magistrado, e não pelo Tribunal do Júri, uma vez que este só julga crimes contra a vida.

Na ação penal foi comprovada a participação efetiva de três acusados no latrocínio e o Juízo da Vara Criminal da Comarca de São Luiz Gonzaga julgou a denúncia procedente. Assim, os dois envolvidos no assalto foram condenados à pena de 26 anos e oito meses de reclusão e 36 anos, três meses e dezessete dias de reclusão. O terceiro participante, que atuou como mentor do delito, também foi condenado à pena 36 anos, três meses e dezessete dias de reclusão.

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.