Polícia

Polícia investiga se motorista que causou acidente com morte em Nova Esperança do Sul estava embriagada

Camila era passageira do veículo e morreu na hora. - Foto: Arquivo pessoal

Nova Esperança do Sul - A Polícia Civil investiga se a motorista envolvida no acidente que resultou na morte da jovem Camila da Silva Lavarda, de 18 anos, estava embriagada. Camila e outras duas jovens, de 19 e 24 anos, eram caroneiras de um Renault Sandero que bateu contra uma árvore em um curva na VRS-825.

De acordo com o delegado Guilherme Milan Antunes, responsável pelas investigações, a motorista foi a única que não teve ferimentos graves. Ela conseguiu sair do veículo e foi pedir ajuda a moradores próximos. Conforme relatos, ela teria pedido para que a polícia não fosse acionada. Em seguida, após ser levada ao Hospital de Caridade de Santiago, ela assinou um termo de responsabilidade e foi embora do local, recusando internação. A polícia investiga se houve dolo eventual (quando, mesmo sem a intenção, se assume o risco de matar).

- Quando a polícia chegou no local e, depois, no hospital, ela já tinha ido embora. Por isso, não foi possível fazer o teste do bafômetro, nem o exame de sangue para comprovar a embriaguez. Porém, já temos relatos testemunhais de que ela estaria embriagada. Há, inclusive, alguns áudios de WhatsApp gravados antes do acidente, que já tivemos acesso, de que ela saiu de Santiago, onde mora, já consumindo bebidas alcoólicas até Nova Esperança do Sul, onde foi pegar duas das passageiras para irem a uma festa - relata o delegado.

Segundo Antunes, a motorista se apresentou no domingo na delegacia para prestar depoimento. Ela negou o consumo de bebidas alcoólicas. As jovens feridas continuam internadas em Santiago. Uma delas teve lesões na coluna. Elas devem prestar depoimento nos próximos dias.

O ACIDENTE
O acidente ocorreu por volta das 21h20min de sábado, na altura do Km 9 da VRS-825. Segundo o Botalhão Rodoviário da Brigada Militar, o veículo em que Camila e outras três pessoas estava saiu de pista, colidiu em uma árvore e capotou. Camila morreu na hora.

Conforme amigos, a vítima estava no 3º ano do Ensino Médio no Colégio Estadual José Benincá e iria se formar no final de 2019. Como a comunidade escolar estava muito abalada, as aulas foram suspensas na segunda-feira. O corpo dela foi sepultado no final da tarde de domingo no Cemitério Municipal de Nova Esperança do Sul.

Fonte: Diário de Santa Maria

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.