Notícia

Cheia do Ibirapuitã deixa mais de 150 pessoas fora de casa em Alegrete

Na manhã deste sábado (19), segundo a Defesa Civil Municipal, nível do rio estava 9,6 metros acima do normal. Em todo o estado, são mais de 500 desabrigados ou desalojados.

Foto: Flaviane Antolini Favero/Alegrete Tudo

Mais de 150 pessoas estão fora de casa por conta da cheia do Rio Ibirapuitã em Alegrete. De acordo com o boletim divulgado às 11h deste sábado (19) pela Defesa Civil Estadual, são 84 desabrigados e 68 desalojados na cidade.

Pela manhã, o nível do rio estava 9,6 metros acima do normal, segundo a Defesa Civil Municipal. Pelo menos 11 famílias estão em abrigos, três estão em barracas montadas nas ruas, e 18 foram acolhidas em casas de parentes.

Na localidade de Passo dos Brites, uma estrada de chão batido está interditada. A água do Rio Ibirapuitã alagou o local, e carros não conseguem mais passar. A orientação é que os motoristas evitem o acesso à Região do Rincão do 28 pela Estrada Caverá/Passo dos Brites e sigam pela Estrada dos Pinheiros.

Outras cidades atingidas
Mais de 500 pessoas precisaram deixar suas moradias no estado por conta do mau tempo. De acordo com a Defesa Civil Estadual, oito municípios registraram danos.

O mais afetado foi Lagoa Vermelha, no Norte, onde o granizo danificou aproximadamente 4 mil casas. Moradores contam que nunca tinham visto algo igual. O boletim mais recente da Defesa Civil aponta que 19 bairros foram atingidos. A cidade decretou situação de emergência.

Em Itapuca, 100 pessoas estão desalojadas, em Nova Aurora, são oito. Em Dom Pedrito, 25 estão desabrigadas.

Municípios afetados:

  • Itapuca
  • Lagoa Vermelha
  • Rio Grande
  • Soledade
  • Maquiné
  • Nova Alvorada
  • Alegrete
  • Dom Pedrito


*G1 RS
Trinta e oito famílias tiveram que deixar suas casas em Alegrete — Foto: Divulgação/Prefeitura de Alegrete
Carros não conseguem passar na Estrada do Caverá/Passo dos Brites, em Alegrete — Foto: Divulgação/Prefeitura de Alegrete

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.