Notícia

"É uma das rodovias em pior situação de trafegabilidade no RS", diz Costella durante vistoria nas obras em Bossoroca

Secretário de Logística e Transportes em vistoria as obras na ERS-168. Fotos: Jônitas Puchalski/Blog Missioneiro
"É uma das rodovias em pior situação de trafegabilidade no Rio Grande do Sul, por isso ela foi incluída no Plano de Obras 2019",  disse o Secretário de Logística e Transportes Juvir Costella, durante vistoria nas obras da ERS-168, na tarde da última sexta-feira (06), trecho entre Bossoroca a Santiago. Os trabalhos já estão em execução no trecho, com investimento de R$ 3 milhões em recursos da Cide.

O Blog Missioneiro, acompanhou a visita do Secretário na 168 até a reunião com políticos e empresários no gabinete do prefeito Sidney Brondani em São Luiz Gonzaga. O secretário fez questão de parar em um trecho caótico que receberá recuperação (foto acima e abaixo).


Costella destaca que as vistorias em obras de infraestrutura rodoviária pelo Rio Grande do Sul, se dão por determinação do governador do Estado Eduardo Leite. 


 Secretário deu razão a comunidade em reivindicar sobre a péssima qualidade que se encontra a rodovia. Ele destaca que falta o recurso para fazer toda 168. 


"Pude verificar pessoalmente o estado crítico do asfalto e queremos o quanto antes devolver as condições de tráfego para os usuários desta via". Disse Costella.

Lideranças politicas de Bossoroca, acompanhou o secretário na vistoria, prefeito de Bossoroca José Moacir Fabrício Dutra, vice-prefeito João Alberto O. Nascimento, representando a Câmara de Vereadores de Bossoroca Paulo Sodré e motorista Jorge Luiz. Também estiveram representantes políticos da micro-região das Missões.


De acordo com secretário as obras serão entregues prontas a população em 60 dias. 


"A postura que o governo do Estado assumiu quanto às obras rodoviárias é clara: não iniciaremos as novas sem antes concluir as que já estão em andamento", salientou o secretário. 


Serão feito 7km de asfaltamento, em Bossoroca, no pior trecho. Após o trabalho de asfaltamento, será feita operação tapa buracos no restante do trecho, iniciando por Santiago até chegar ao asfalto novo. 


Estas rodovias que são importantes para empresas do setor agrícola que dependem da estrada, além dos produtores rurais que necessitam das melhorias para escoar a produção. 


PONTE RIO PIRATINI  ¨  RS 168

Foto: Jônitas Puchalski/Blog Missioneiro

Ainda na sexta, reunidos no gabinete do prefeito de São Luiz Gonzaga, lideranças solicitaram providências urgentes na ponte sobre o Rio Piratini (entre Bossoroca a São Luiz G.), que não suporta cargas acima de 24 toneladas. Há o risco da ponte ceder. O Secretário Costella descartou investimento em uma nova ponte no momento.



MANIFESTOS

No dia 04 de agosto, dezenas de pessoas participaram de uma manifestação pacífica com seus carros no trevo de Capão do Cipó, para chamar a atenção do governo para as estradas que não tem mais condição alguma de trafegabilidade, a RS-377 Santiago - Joia, e da RS 168 Santiago - Bossoroca.  A mobilização foi formado por grupos de WhatsApp e no Facebook. 

A manifestação que contou com a presença de autoridades, produtores rurais, entidades e população em geral, teve objetivo de levar uma comissão a Porto Alegre para  pressionar até que o problema seja solucionado.  


OBRAS TIVERAM INICIO NA RSC-377, NO DIA 19 DE AGOSTO

"Iniciamos a obra por Santa Tecla, onde constatamos a necessidade mais urgente de intervenção", acrescentou Costella. "A reivindicação da comunidade é legítima. Por isso, sabemos da necessidade de dar a segurança necessária aos usuários dessa estrada."

Conforme um dos integrantes da comissão, as obras se dão por pressão ao governo em acelerar os trabalhos. "Quem ganha é a comunidade". 



Blog Missioneiro 
Foto: Jônitas Puchalski/Blog Missioneiro
Foto: Jônitas Puchalski/Blog Missioneiro
Foto: Jônitas Puchalski/Blog Missioneiro
Foto: Jônitas Puchalski/Blog Missioneiro

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.