Polícia

Polícia faz cerco a criminosos que assaltaram e fizeram cordão humano a agência bancária em Vale Verde

Criminosos tomaram clientes e funcionários como reféns 

Nesta quinta-feira (08), após assaltarem a agência do Sicredi no município de Vale Verde, na região do Vale do Rio Pardo, pelo menos 10 criminosos armados com fuzis entraram em uma casa, onde beberam água e renderam um adolescente. Depois de amarrar a vítima, fugiram e abordaram o condutor de um caminhão de frutas. O grupo encontrou as guarnições da Brigada Militar e houve troca de tiros. Quatro deles entraram em uma área de vegetação e conseguiram fugir pelo mato. As autoridades, então, iniciaram um cerco com 80 policiais dos municípios de Mato Leitão, Santa Cruz do Sul, Boqueirão do Leão, Vale Verde, Cachoeira do Sul, Charqueadas, o BOPE de Porto Alegre, Grupos de Patres da Região Sul, além do helicóptero da BM.

Durante o crime na agência, a quadrilha tomou clientes e funcionários como reféns e obrigaram o grupo a formar um cordão humano em frente ao prédio, na avenida Assis Brasil. Também houve disparos de tiros para o alto, mas não há informações sobre feridos. Após o ataque à agência, eles fugiram em direção a Porto Alegre, em diversos carros. O comandante do 23º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Giovani Paim Moresco, informou que possivelmente os veículos são uma Triton de cor prata, um Clio ou Onix branco, uma Saveiro branca e uma Mitsubishi L200 prata.

Os bandidos estavam armados e encapuzados, com o uso de roupas pretas. Policiais de toda a região cercaram as divisas com municípios vizinhos. Agentes da Delegacia de Polícia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) também participaram das buscas, inclusive com auxílio de um helicóptero da corporação. A Brigada Militar solicitou que a população que tenha percebido a movimentação dos assaltantes pela região para prestar informações pelo telefone 190.

A Brigada Militar localizou um dos carros usados pelo bando capotado em uma estrada de chão na localidade de Lomba Alta, no interior de Vale Verde, por volta das 14h30. O Honda Civic prata, com placas clonadas OVS 4440, é originalmente de Fazenda Vila Nova, onde foi furtado. No interior do veículo, a BM encontrou duas placas de Pelotas para serem usadas após o crime. Também houve a apreensão de vidros com miguelitos, toucas ninja, um colete tirado de um dos seguranças do Sicredi, um colete balístico, uma camisa fardada, uma arma de calibre 12, uma pistola, um carregador de 9 milímetros, e munições de calibre 556.

No ano de 2016, a agência foi alvo de bandidos duas vezes. No dia 4 de julho, os ladrões explodiram os caixas eletrônicos pouco depois da meia-noite. Mas os ladrões não conseguiram acessar o compartimento onde fica o dinheiro. Já no dia 2 de setembro, sete pessoas foram mantidas reféns durante um ataque ao mesmo banco. Cinco homens encapuzados chegaram em frente à agência em um Sandero, logo após a meia-noite. Suspeitos de integrarem o grupo foram presos pela Polícia Civil na madrugada do mesmo dia em Venâncio Aires e Lajeado, no Vale do Taquari.

Fonte: Correio do Povo 

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.