Politica

Leite diz que argentinos “serão bem recebidos” no Rio Grande do Sul

Bolsonaro disse que estado viraria Roraima em caso de vitória kirchnerista no país vizinho

Eduardo Leite disse respeitar a decisão dos argentinos, mas ter expectativa pelo que chamou de “melhor solução” 

O governador gaúcho, Eduardo Leite, disse respeitar o processo político da Argentina e a decisão que considerou legítima de seus eleitores. Os argentinos foram às urnas no último domingo para votar nas primárias presidenciais. Leite se manifestou nesta quarta-feira, após o presidente Jair Bolsonaro afirmar que o Rio Grande do Sul pode virar uma nova Roraima caso a chapa de oposição a Maurício Macri venha a ganhar as eleições no país vizinho.

A frase foi uma referência à migração de venezuelanos que buscam refúgio do regime de Nicolás Maduro no estado do norte do país. Eduardo Leite disse que o Rio Grande do Sul tem interesse em receber estrangeiros. “Todos os argentinos que quiserem vir serão bem recebidos por parte de todos os gaúchos”, afirmou.

Neste domingo, a Argentina realizou eleições presidenciais primárias. O candidato peronista Alberto Fernández venceu a coalizão liderada pelo atual presidente, Mauricio Macri. A chapa de oposição obteve 47% dos votos contra 32% da situação. Fernández tem como candidata a vice a ex-presidente Cristina Kirchner. Durante entrega de obras no Rio Grande do Sul, na segunda-feira, Bolsonaro se referiu aos kirchneristas como “esquerdalha”.

Eduardo Leite evitou falar em nomes, mas disse esperar pela “melhor solução” na Argentina. O governador gaúcho ressaltou que o sucesso da economia vizinha influencia o comércio no Rio Grande do Sul. “Torcemos para que a Argentina tenha o melhor encaminhamento no seu processo eleitoral”, concluiu.

A votação que deu vitória aos kirchneristas foi na etapa primária, quando são definidas as candidaturas que vão disputar o pleito oficial. Em 27 de outubro, ocorre o primeiro turno das eleições presidenciais na Argentina.

Fonte: Correio do Povo

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.