Polícia

Tribunal do Juri condena três réus envolvidos na morte da empresária Sônia Khaled em São Borja

Foto: Alfredo Perez/RBS

Três réus acusados de participação na morte da empresária Sônia Khaled na cidade de São Borja (RS) no ano de 2015 foram julgados em quatro dias de sessões do Tribunal do Juri daquela Comarca. 

Na primeira parte os jurados condenaram a 30 anos de prisão o marido e mandante do crime Husen Kasem Khaled e o réu Valdemir Trindade Rodrigues há 24 anos de prisão. Na segunda parte, o acusado Maurício Mariano também foi condenado há 30 anos de prisão. Já o julgamento do acusado Bruno Silveira foi transferido para outra data ainda não aprazada pelo Tribunal do Juri. Assim, dos sete réus envolvidos no crime ainda quatro serão julgados. 

Durante os quatro dias de julgamento inúmeras pessoas incluindo familiares, amigos e comunidade realizaram manifestações em frente ao Fórum de São Borja pedindo justiça e comemoraram as penas aplicadas aos envolvidos no crime. A Polícia Civil de São Borja teve importante participação na condenação dos réus em razão do eficaz trabalho de investigação sobre o caso e provas relevantes que apontaram os sete acusados como envolvidos na morte da empresária. À época o inquérito policial foi presidido pelo Delegado de Polícia Charles Dias do Nascimento, então titular da 1ª DP/São Borja.  (21ª DPRI/Santiago)

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.