Notícia

Dia do Bombeiro é comemorado nesta terça-feira

Quartel Corpo de Bombeiros Militar de São Luiz Gonzaga. Foto: Rádio São Luiz


02 DE JULHO – DIA DO BOMBEIRO
Dois de julho é marcado no calendário das efemérides como o Dia do Bombeiro. Muito embora, entendamos que o Mito do “Bombeiro Herói” deva ser vencido pelo emprego de ferramentas adequadas e de homens qualificados, pelo seu desprendimento e espírito de solidariedade, a figura do Bombeiro está diretamente ligada ao heroísmo e a coragem.
O Bombeiro no Brasil surgiu em 1856, no Rio de Janeiro, por Decreto assinado pelo Imperador Dom Pedro II, ainda de forma tímida e com objetivos direcionados. No Rio Grande do Sul, em consequência do movimento liderado pelas seguradoras, em 1º de março de 1895, foi criado o Corpo de Bombeiros do Estado, o qual, embora com características militares, não tinha vínculo com Órgãos Militares. Com o crescimento das cidades e, em consequência da prestação dos serviços estarem desorganizados, no ano de 1935, o Governador do Estado, através do Decreto nº 5.485, por ocasião das comemorações do Centenário da Revolução Farroupilha, incorporou os Bombeiros à Brigada Militar.
Em 17 de junho de 2014, através da Emenda Constitucional nº 67, o Corpo de Bombeiros no Estado do Rio Grande do Sul torna-se uma instituição independente, desmembrando-se da Brigada Militar na forma definida em lei complementar.
A Missão Constitucional, que compete ao corpo de bombeiros militar é a Prevenção e o Combate a Incêndio, as Buscas e Salvamentos, Ações de Defesa Civil e a Polícia Judiciária Militar.
O 11º BATALHÃO DE BOMBEIRO MILITAR sediado em Santo Ângelo, foi criado como 11º Comando Regional de Bombeiros através da Portaria 03/DA/SMOV/2002, de 22 novembro de 2002. Santo Ângelo conta com uma Guarnição de Bombeiros desde 02 de janeiro de 1959. Em São Luiz Gonzaga, temos o 2º PELOTÃO DE BOMBEIROS MILITAR, cuja guarnição está em atividade no município desde o ano de 1989.
Em 02 de abril de 1954, o Presidente da República Getúlio Vargas, através do Decreto Presidencial nº 35.309, instituiu o “DIA DO BOMBEIRO E A SEMANA NACIONAL DE PREVENÇÃO CONTRA INCÊNDIO.
 SEMANA NACIONAL DE PREVENÇÃO CONTRA INCÊNDIO DE 30 DE JUNHO A 06 DE JULHO DE 2019
Neste período as Atividades de Prevenção, são intensificadas com o objetivo de:
– Buscar uma maior conscientização da comunidade, no que diz respeito a prevenção de incêndios e conhecimentos das atividades de bombeiro;
– Propiciar uma reflexão sobre a importância e o valor social da proteção da vida, do meio ambiente e do patrimônio, algo que se quer e pode ser avaliado em termos quantitativos, pois inclui aspectos subjetivos e individuais;
– Orientar para o cumprimento da Legislação de Prevenção e Proteção Contra Incêndio;
– Orientar e motivar a comunidade, quanto a necessidade de conhecerem e executarem as ações de Suporte Básico de Vida, nas mais diversas situações.
Com a finalidade de:
– Reduzir a possibilidade de incêndio nas edificações;
– Proteger a vida dos ocupantes das edificações, em caso de incêndio e pânico;
– Reduzir os danos materiais provocados pelos incêndios;
– Minimizar as possibilidades de propagação de incêndios.
“Tragédias não costumam anunciar a hora em que vão acontecer, há necessidade de desenvolver essa consciência na comunidade, bem como a consciência de que zelar pela segurança pública e dever do Estado, mas sobretudo responsabilidade de todo cidadão.”
Em caso de incêndio, situações de risco, o que fazer:
Algumas dicas, procedimentos a serem adotados quando se deparar com incêndio em locais, tipo: “barzinhos”, formaturas, festas, bailes, enfim, eventos sociais com reunião de público, pois as pessoas, no seu dia a dia, podem sofrer algum tipo de acidente causado por incêndio, desabamento, queda e outros. Assim é necessário que se esteja preparado para estas horas, de forma a prevenir e salvar vidas e evitar ou minimizar os danos materiais.
É de suma importância conhecer os tipos de extintores e saber quando, como e em que tipo de material ele pode ser usado, de forma a torná-lo mais eficaz. Os extintores mais comuns são os que contêm água, Pó Químico Seco (PQS) ou Gás Carbônico.
Observe os tipos de extintores e verifique no seu local de trabalho, no prédio onde mora, procurando as suas características e as instruções de cada um deles, que estão no verso.
Quando usar um extintor e quando deixar o local
Se estiver e iniciar um princípio de incêndio, você pode combatê-lo antes que ele tome proporções incontroláveis, basta seguir as instruções abaixo:
Identifique primeiro a origem do fogo e escolha o extintor mais indicado. Não se deve usar um extintor com carga de água para apagar um incêndio Classe B (líquidos inflamáveis), porque ele pode propagar mais o fogo, nem de Classe C (material energizado), devido aos riscos de curtos-circuitos e choques elétricos. Na dúvida, utilize o extintor de PQS, cujos riscos ao usuário são menores.
Uso do Extintor:
Corte o lacre de plástico, torcendo-o; Retire o pino de segurança;
Posicione-se a uma distância segura do foco. Se estiver ventando, coloque-se de uma forma que o fogo não venha na sua direção; Dirija o jato para a base das chamas e faça movimentos de um lado para o outro, como se você estivesse “varrendo” o fogo; Caso não lembre como usar, siga as instruções que estão no verso do extintor.
Temos que ter em mente quer os extintores, servem para combater apenas o princípio do incêndio, quando ainda há pouco fogo. Após certo momento, não é possível controlar o fogo apenas com o uso de extintores, e deve-se utilizar os hidrantes, ligados a uma mangueira, alimentados pela água da rede pública (o uso de hidrantes deve ser feito apenas por pessoas minimamente treinadas, como brigadistas; se você não foi treinado, saia do local imediatamente) e chame o Corpo de Bombeiros pelo telefone de emergência 193.
A sua percepção do risco e suas atitudes são essenciais para a sua segurança – e possivelmente, a dos seus amigos – no caso da ocorrência de um incêndio. Assim que entrar em qualquer edificação (prédio, casa ou estrutura física construída), preste atenção em identificar:
  1. Os locais de acesso para fora do local;
  2. A(s) saída(s) principal(is) e saída(s) de emergência(s). Elas deverão possuir uma identificação acima da porta;
  3. Os extintores e seus tipos;
  4. Detectores de fumaça;
  5. Luzes de emergência e Sinalização com setas indicando a saída e rota de fuga.
O que fazer durante um incêndio com fogo não controlável
Suponha que você está num local e este começa a pegar fogo. O que fazer? Primeiro de tudo o mais importante: não entre em pânico. Respeite o fogo, mas não perca o controle.
Além disso:
  1. Haja rapidamente. Procure identificar a saída mais próxima a você e dirija-se a ela.
Tenha certeza de que é uma saída, verificando a sinalização acima da porta;
  1. Acione o alarme de incêndio;
  2. Haverá fumaça tóxica no ar, que pode fazê-lo desmaiar rapidamente. Procure proteger o nariz com uma camisa, pano, ou máscara – se tiver – amarrados firmemente ao rosto. Mantenha-se o mais próximo do chão. Os gases tóxicos tendem a ocupar a parte superior do ambiente.
  3. Se for mulher e estiver de salto, tire-o e jogue num canto para não atrapalhar a passagem dos outros em fuga; Se estiver com bolsa, deixe-a no local e vá embora sem ela.
  4. Se não conseguir sair rapidamente, procure se molhar o máximo que puder. A camada de água que se formar oferece uma pequena proteção contra o fogo, mas que pode ajudá-lo a aguentar o calor;
  5. Tome cuidado para não cair ou causar a queda dos outros, pois pessoas que caem em passagens com grande fluxo de pessoas correm o risco de serem pisoteadas;
  6. Não siga as outras pessoas. Siga a sinalização e sua observação do local. Muitas pessoas correm para a primeira porta que veem, outras as seguem achando que estão indo para a saída e impedem as primeiras que se enganaram de voltar pelo mesmo caminho. Este tempo perdido pode fazer diferença entre a vida e a morte;
  7. No caso de festas, bares e baladas, procure consumir bebidas alcoólicas até um nível em que você esteja em condições de se mover e deixar o local rapidamente.
Fonte: Quartel do Corpo de Bombeiros de Santo Ângelo.

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.