Saúde

De janeiro a abril, 390 pacientes deixaram de comparecer nas consultas agendadas pela Saúde, em Santiago

Índice de absenteísmo (ausência) nas consultas ocasiona prejuízos, tanto para o sistema, quanto para quem ficou esperando na fila. Foto: Divulgação

A secretária de saúde, Gisélle Kollinski Ribeiro, está preocupada com o alto volume de pessoas que deixa de comparecer às viagens de saúde agendadas para Porto Alegre ou Santa Maria. Essa ausência é chamada de absenteísmo em consultas e exames e é ruim para o sistema de atendimento. Afinal, outras pessoas poderiam estar no lugar daquelas que faltaram

Em janeiro, 18 pessoas de um total de 98 que estavam com agendamento para Porto Alegre deixaram de comparecer. Em fevereiro, foram 9, de um total de 94. Em março foram 22 de um total de 102 e em abril, 37 não foram e nem mandaram avisar sobre a ausência em 124 viagens e consultas.

Para as viagens a Santa Maria, as ausências são igualmente prejudiciais. No mês de janeiro, houve um total de 49 ausências, de 465 pacientes. Em fevereiro, 75 ausentes de 489 consultas marcads. Em março, 101 ausências em 420 marcações. E em abril, 79 faltosos de 532 confirmações. 

Contabilizando: de um total de 2.992 viagens e consultas agendadas pela Secretaria de Saúde para Porto Alegre ou Santa Maria, 390 pessoas desistiram de viajar, sem comunicar sua desistência antecipadamente. Esse universo de faltosos é ainda maior se for considerar o número de desistência entre acompanhantes dos pacientes. Ou seja, é um prejuízo ainda maior que todos pagam.

"Se a pessoa percebe que não vai poder viajar precisa comunicar sua desistência antecipadamente. Assim, a Secretaria de Saúde consegue agendar para outras pessoas que estão na fila", pontua a secretária Gisélle Kollinski Ribeiro.

Fonte: Site da Prefeitura de Santiago

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.