Saúde

O que mudou na vacina contra a gripe este ano?

Campanha de vacinação contra gripe começa no Brasil — Foto: Reprodução/JN

Vacina da gripe: o que há de novo?

Começou a campanha de vacina contra a gripe. Até aí, você pode achar que não há nenhuma novidade e que todo ano é a mesma coisa. Só que não. Neste ano de 2019 houve algumas informações interessantes e importantes, principalmente no que diz respeito a quem pode receber a vacina.

Uma das mais significativas é que quem tem alergia a ovo pode tomar a vacina, desde que a receba em local adequado e preparado. Deve aguardar 30 minutos para ser liberado(a). Portanto, não há mais limitação para as pessoas com esta condição.

Outra informação importante é que as pessoas com imunossupressão também estão autorizadas a recebe-la. Isso é essencial posto que a gripe nestas pessoas pode ser muito grave.

A faixa etária também foi ampliada. Na rede pública, até o ano passado apenas crianças com 5 anos incompletos poderiam receber a vacina. Neste ano, crianças até 6 anos incompletos podem comparecer aos postos de saúde e tomar a vacina gratuitamente.

A composição da vacina também foi alterada, de acordo com os vírus mais frequentes, neste ano, no hemisfério sul. Estão nesta vacina tríplice os vírus Influenza A H1N1, Influenza A H3N2 (atualizado) e um Influenza B também atualizado. Portanto, a vacina deste ano é diferente da vacina de 2018.

Algumas dúvidas mais comuns:

- Quais as contraindicações para receber a vacina da gripe 2019? Não há. TODAS as pessoas com mais de 6 meses de idade podem recebe-la.

- Quem está com febre pode tomar a vacina? É mais prudente esperar o processo febril terminar e depois receber a vacina.

- Crianças com tosse e sem febre podem receber a vacina? Podem.

- Vacina da gripe dá gripe? NÃO. Impossível. A vacina é feita com um fragmento do vírus e esta “parte” do vírus NÃO causa gripe. Como há muitos vírus respiratórios circulando nesta época, muitas pessoas acham que foi a vacina que deu “gripe”.

- “Tomei a vacina e peguei gripe”: isso é possível? Sim. Mas não pela vacina. Você pode ter pego um outro vírus que não está contemplado na vacina. Lembrando que os vírus escolhidos para compor a vacina são os mais “perigosos”.

- Quanto tempo a vacina leva para fazer efeito? Uns 15 dias.

- Quem pode tomar a vacina gratuitamente na rede pública? Crianças de 6 meses até 6 anos incompletos, idosos (mais de 60 anos), gestantes, puérperas de até 45 dias, portadores de doenças crônicas, professores das redes pública e privada, profissionais de saúde, pessoas privadas de liberdade, funcionários do sistema prisional e adolescentes de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas.

- E quem não está neste grupo? Pode receber na rede privada. A vacina custa de 100 a 200 reais.

Vacinem-se. Proteja você e quem anda perto de você neste mundo.

Por: Blog da Doutora Ana Escobar / Bem Estar / G1

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.