Notícia

Cermissões alerta para decreto que aumenta tarifa de consumo de energia elétrica no interior

Foto: Cermissões

Recentemente eleita 3ª melhor distribuidora de energia do Brasil (Prêmio Iasc) segundo o índice ANEEL, a Cermissões segue com o trabalho para conquistar cada vez mais o consumidor, porém, há outras demandas que exigirão muita mobilização da Cooperativa e colaboradores. Em participação no programa Jornal da Manhã desta quarta-feira (6), o assessor de comunicação da Cooperativa, Valdir Velozo, falou sobre o Prêmio Iasc e esses novos desafios.

Mesmo que não tenha levado o 1º lugar pela quarta vez, o Prêmio Iasc, do qual a Cermissões é Tricampeã, representou, nesta edição, mais um avanço para a cooperativa de Caibaté, que somou mais pontos do que em 2017, quando obteve 79,09 pontos. Em 2018 a Cermissões somou 83,75 pontos, abaixo dos 85,19 da vice-campeã, a Coopercocal (Cocal do Sul/SC) e dos 85,93 da campeã Ceriluz (Ijuí/RS).

Aumento na tarifa

Questionado sobre um possível aumento na tarifa de energia elétrica para o consumidor do campo, Velozo confirmou a suspeita, dizendo que no dia 27 de dezembro de 2018, o presidente Michel Temer assinou decreto, publicado no Diário Oficial da União no dia seguinte. No documento, consta que, em cinco anos, contando a partir do dia 1º de janeiro de 2019, a tarifa de energia elétrica rural deverá ter o mesmo custo da tarifa residencial urbana.

Segundo o entrevistado, esse aumento representa, na área da Cermissões, um aumento de 30%. Isso significa um reajuste de 6% ao ano a mais do que o reajuste normal, até se atingir os 30% em cinco anos – é um decreto que precisa ser derrubado pelas forças políticas e a gente pede o apoio de toda a comunidade regional, através de suas organizações – destacou Velozo, acrescentando que os deputados que representam a região também serão contatados, pois essa medida pode onerar muito a vida dos produtores rurais.

Fonte: Rádio Missioneira

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.