Notícia

Chuva causa transtornos em Uruguaiana e Alegrete

Muitas árvores caíram em Uruguaiana durante o temporal | Foto: Defesa Civil / Divulgação 

Uruguaiana registrou 185 milímetros de chuva nas últimas 12 horas, volume que chega a 329mm se considerados os últimos dois dias. O temporal provocou uma série de estragos e transtornos no município, incluindo a queda de dezenas de árvores e postes. Parte da cidade está sem energia elétrica. Casas foram inundadas, provocando prejuízos aos moradores que durante a madrugada tentaram evitar perdas maiores. Após reunião entre o prefeito Ronnie Mello e secretários, Uruguaiana deverá decretar situação de emergência nas próximas horas.

Parte do telhado da Escola Municipal Rui Barbosa foi arrancada pela ventania e as aulas da manhã suspensas. Os fios condutores de energia rompidos causam preocupação aos moradores. Equipes da Secretaria de Infraestrtura, Defesa Civil, Bombeiros e Desenvolvimento Social atuam desde as primeiras horas desta quarta-feira.

Em Alegrete, o acumulado das últimas 12 horas, de acordo com o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), está em 240 mm. Isso representa dois meses de precipitação, e, por conta disso, a cidade tem tragos generalizados. O rio Ibirapuitã mede 8.56 metros, próximo ao limite de transbordamento. A UPA do município suspendeu os atendimentos e pacientes estão sendo encaminhados para a Santa Casa.

O temporal que atinge o Rio Grande do Sul desde madrugada desta quarta-feira deixou 46 mil clientes sem luz nas áreas de concessão da Rio Grande Energia (RGE) e deve se espalhar para demais regiões do Estado durante o dia. De acordo com a empresa, os danos aconteceram principalmente nas cidades supracitadas da Fronteira Oeste, onde 23 mil consumidores não têm acesso à energia.


CP

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.