Polícia

Fotógrafo de 31 anos é morto em assalto a produtora em Cachoeirinha

Fotógrafo foi morto em assalto ao local onde trabalhava como freelancer. Crédito: Arquivo pessoal / divulgação

Um fotógrafo foi morto a tiros dentro de uma produtora de eventos de Cachoeirinha, na região metropolitana. O crime, que é considerado um roubo seguido de morte, ocorreu na avenida Amazonas, Vila Vista Alegre.

Carlos Douglas Rodrigues, 31 anos, trabalhava como freelancer para a Charms Eventos, uma empresa que realiza cobertura de eventos, como formaturas, festas de aniversário, entre outros. O fotógrafo não trabalhava no local diariamente por conta da condição de trabalho.

Conforme a Brigada Militar, o dono da empresa, Olímpio Fagundes, 66, afirmou aos policiais que um homem chegou ao local, pedindo para tirar fotos 3×4. O local trabalhava com as portas fechadas, justamente por conta da violência. Casualmente, conforme o proprietário, a porta estava aberta por volta das 17h.

Logo em após a chegada, o bandido já anunciou o assalto. O ladrão teria ordenado o dono, o fotógrafo e um terceiro funcionário a ficarem de joelhos, enquanto ele roubava o estabelecimento.

Rodrigues teria visto uma oportunidade e reagiu. Houve luta corporal e o fotógrafo foi baleado na cabeça, indo a óbito ainda no local.

O funcionário que testemunhou o crime foi levado pela polícia a prestar depoimento.

Agora no RS

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.