Notícia

Jaguari poderá exportar cachaça, vinho, suco e mel para a China

Prefeito Beto Turchiello e lideranças de Jaguari com o diretor da ADS. Foto: Divulgação

Jaguari, poderá ter a possibilidade de exportar no futuro cachaça, vinho, suco de uva e mel para a China. Pelo menos estas foram as alternativas levantadas no encontro realizada no dia 24 no município, com lideranças jaguarienses e o diretor da Agência de Desenvolvimento de Santiago José Atílio Bedin Tamiosso – que esteve recentemente numa missão ao país asiático.

O encontro, promovido numa ação conjunta do Sindicato Rural, Associação Comercial e Industrial e a prefeitura, teve por local o salão nobre do Clube 7 de Setembro e, contou com a presença do prefeito Beto Turchiello (MDB), do presidente da Associação Comercial e Industrial José Limana, do presidente do Sindicato Rural Vilson Turchetti, de secretários municipais, empresários e produtores de cachaça do município.

Para o diretor da Agência de Desenvolvimento de Santiago – que fez um relato da missão que participou à China, na companhia do prefeito santiaguense Tiago Gorski, e do empresário Ricardo Damian -, é importante que o município se articule junto a Câmara Brasil-China, sediada em São Paulo, que poderá dar as diretrizes de como concretizar um intercâmbio comercial com o país asiático.

Conforme ele, os chineses tem interesse, possuem recursos para investir no Brasil, e necessitam de muito alimento.

Para Turchiello, o encontro com  o relato do diretor da Agência de Desenvolvimento de Santiago serviu para que os empresários e produtores interessados em buscar negócios com a China, possam se conscientizar, produzir e se organizar visando concretizar este tipo de negócio.

Jaguari é altamente produtor de vinho, cachaça e mel na região centro do Estado. Seus vinhos e cachaça são comercializados em todo o estado. Já o mel é vendido hoje para vários países do continente europeu.

Fonte: Rádio Santiago

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.