Notícia

Temporal com granizo atinge cidades do Rio Grande do Sul

Reprodução RBS TV

Temporais atingiram o Rio Grande do Sul durante a madrugada desta quarta-feira (31), com queda de granizo em algumas cidades. A chuva começou ainda na terça (30). Também ventou forte, com rajadas que chegaram perto de 90 km/h. Institutos de meteorologia alertaram para o mau tempo. O Norte do estado continua com aviso de atenção no decorrer do dia.

Conforme a Somar Metrorologia, com dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), houve temporal com granizo em Caxias do Sul, São Marcos e Nova Pádua, na Serra.

Maiores volumes de chuva nesta quarta

Alegrete: 75,6mm (43% do previsto para outubro que é 174,8mm)
Santiago: 64,4mm (31% do previsto para outubro que é 205,6mm)

Vento forte

Tupanciretã: 86,4 km/h
Soledade: 86 km/h
Bento Gonçalves: 75,6 km/h

O temporal surgiu após temperaturas de mais de 30°C no estado na terça. Entre as cidades mais quentes estiveram São Borja, com 34,5°C, Santa Maria e Uruguaiana, com 34,4°C. Em Porto Alegre, a máxima foi de 32,8°C, segundo o Inmet.

Calor na terça-feira

São Borja: 34,5°C
Santa Maria: 34,4°C
Uruguaiana: 34,4°C
Teutonia: 34,2°C
Campo Bom: 34,2°C
Alegrete: 34°C
São Luiz Gonzaga: 33,7°C
São Gabriel: 33,4°C
Ibirubá: 32,9°C
Porto Alegre: 32,8°C

Fim de outubro

O último dia do mês no Rio Grande do Sul é marcado por chuva e temporais, com a chegada de uma frente fria. Depois do calor, as temperaturas começam a cair.

Previsão para novembro

O mês de novembro começa com tempo instável e chuva sobre a maior parte da Região Sul do Brasil, conforme previsão da Somar Meteorologia. A frente fria mantem as nuvens mais carregadas, e há potencial para chuva forte no Norte do Rio Grande do Sul. Por outro lado, o tempo firme volta a predominar Sul e no Oeste gaúcho devido ao avanço de uma massa de ar seco. Os ventos seguem mais intensos na costa.

O primeiro fim de semana de novembro também começa com chuva forte no Rio Grande do Sul, mas ainda no sábado (3) ela se afasta e ruma para Santa Catarina e Paraná.

Depois de um início de primavera com muita chuva no Sul, a precipitação torna-se menos frequente nos próximos meses, o que é normal para esta época do ano, quando a instabilidade fica mais concentrada na metade Norte do Brasil.

A primeira semana do mês promete ser bastante úmida no Rio Grande do Sul, de acordo com a Somar. Posteriormente, esperam-se precipitações mais espaçadas e com menor acumulado. Também haverá maiores períodos de calor. A temperatura ainda não será persistentemente elevada, mas o calor predominará por mais tempo.

Em dezembro, boa parte do estado receberá chuva próxima ou acima da média, com maiores acumulados na Região Noroeste. A temperatura sobe em relação ao mês anterior, ficando acima da média no estado.

Fonte: G1 RS

About Blog Missioneiro

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.